Jornal do Commercio
Boxe

Mayweather acusa Conor McGregor de chamá-lo de macaco

Campeões de boxe e MMA têm encontro marcado no dia 26 de agosto em Las Vegas

Publicado em 09/08/2017, às 16h50

Os dois lutadores fizeram uma turnê promocional do combate. / Foto: AFP.
Os dois lutadores fizeram uma turnê promocional do combate.
Foto: AFP.
JC Online

O pugilista norte-americano Floyd Mayweather, acusou seu adversário Conor McGregor de chamá-lo de macaco, num dos eventos promocionais da luta que os dois farão no próximo dia 26, na T-Mobile Arena, em Las Vegas. O ex-campeão dos médio-ligeiros deu uma conotação racial ao combate avisou que vai lutar "para todos os negros ao redor do mundo".

"Isso é por uma causa, para os americanos, para os negros ao redor do mundo".

Em entrevista ao canal ESPN, Money foi questionado sobre as provocações do irlandês durante a MayxMac Tour, como a luta está sendo chamada. Ele se disse indiferente a várias coisas mas não gostou quando a questão de cor foi colocada na mesa. "Sim, ele me chamou de macado e eu não gostei. Ele não falou ao ponto de me fazer sair do meu personagem e enolouquecer, mas não gostei", disse.



Floyd continuou relembrando o episódio e disse que só pensava nas família e nos grandes líderes que defenderam os direitos dos negros, como Martin Luther King e Malcom X. "Vamos ver se ele fala isso no dia 26 de agosto".


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM