Jornal do Commercio
TÊNIS

Murray desiste de Cincinnati e perderá liderança para Nadal ou Federer

O tenista britânico desistiu do torneio devido a uma lesão no quadril

Publicado em 09/08/2017, às 18h27

Murray desiste de Cincinnati por causa de uma lesão no quadril / Foto: Clive Brunskill/ AFP
Murray desiste de Cincinnati por causa de uma lesão no quadril
Foto: Clive Brunskill/ AFP
Estadão Conteúdo

O britânico Andy Murray anunciou nesta quarta-feira a sua desistência do Masters 1000 de Cincinnati, que será realizado na semana que vem, nos Estados Unidos, por causa de uma lesão no quadril. Por causa da desistência, o tenista vai deixar a liderança do ranking mundial na próxima segunda-feira, quando a ATP voltará a atualizar a listagem e confirmará o suíço Roger Federer ou o espanhol Rafael Nadal como novo número 1 do mundo.

Murray está sem jogar desde 12 de julho, quando foi surpreendido pelo norte-americano nas quartas de final do Grand Slam Wimbledon e também foi prejudicado pelas recorrentes dores no quadril que vêm atrapalhando o seu desempenho nas últimas competições que disputou nesta temporada.

Atual vice-campeão do Masters 1000 de Cincinnati, o britânico deixará a liderança do ranking porque não poderá defender os pontos que somou pela sua campanha nos Estados Unidos no ano passado. "Infelizmente, eu não jogarei em Cincinnati enquanto continuo a minha recuperação", afirmou o escocês nesta quarta, por meio de um comunicado, no qual lamentou a ausência na competição que serve de preparação para o US Open, Grand Slam que começa no próximo dia 28, em Nova York.



"Sempre gostei de jogar lá (em Cincinnati), e estou ansioso para retornar no próximo ano. Continuo trabalhando duro na quadra com o objetivo de estar em Nova York", completou Murray, que contabiliza 40 semanas na liderança do ranking mundial.

RANKING

Candidato a assumir o posto de Murray, Nadal é o atual vice-líder do ranking, com 7.465 pontos, enquanto o britânico tem 7.750. Já Federer, o terceiro colocado, possui 6.545 e nesta quarta-feira estreou no Masters 1000 de Montreal arrasando o canadense Peter Polansky por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1. 

Sem ocupar a liderança desde 6 de julho de 2014, Nadal também tem a sua estreia na competição canadense prevista para acontecer nesta quarta, contra o croata Borna Coric, que desafiará o favoritismo do cabeça de chave número 1 do evento realizado em quadras duras. Para garantir seu retorno ao topo, basta ao espanhol alcançar as semifinais do torneio em Montreal.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM