Jornal do Commercio
VÔLEI

Seleção Brasileira de vôlei vence Venezuela e ganha Sul-Americano

O Brasil ganhou por por 3 sets a 0 (25/21, 25/6 e 25/18) e se classificou para o Mundial

Publicado em 11/08/2017, às 23h02

A Seleção brasileira de vôlei ganhou campeonato sul-americano / Divulgação / CBV
A Seleção brasileira de vôlei ganhou campeonato sul-americano
Divulgação / CBV
Estadão Conteúdo

A Seleção brasileira de vôlei manteve a sua hegemonia absoluta no Campeonato Sul-Americano da modalidade ao arrasar a Venezuela por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/6 e 25/18, na noite desta sexta-feira, em Santiago, na decisão da competição realizada no Chile.

Esse foi o 31º título sul-americano da equipe nacional em 31 participações no evento - o Brasil só não ficou com a taça na edição de 1964 do torneio, quando não esteve presente no mesmo. Com este novo troféu, a seleção também assegurou classificação para o Campeonato Mundial de 2018, que ocorrerá na Itália e na Bulgária.

O título conquistado em solo chileno também foi o primeiro do técnico Renan Dal Zotto como comandante da seleção masculina, com a qual neste ano foi vice-campeão da Liga Mundial, primeira competição em que esteve à frente do time nacional após assumir o lugar de Bernardinho no cargo.

Franco favorito ao título sul-americano, o Brasil conquistou cinco vitórias em cinco jogos nesta edição do torneio, cujo terceiro lugar foi garantido nesta sexta-feira pela Argentina, que derrotou o Chile por 3 sets a 0, com 25/18, 25/22 e 25/21, no outro duelo que fechou a competição realizada nas cidades de Temuco e Santiago.



JOGO

Na partida contra a Venezuela, a seleção brasileira foi dominante desde o início e atropelou a adversária no segundo set, no qual os adversários marcaram apenas seis pontos. Os venezuelanos já haviam sido batidos pelo Brasil na primeira fase da competição, também por 3 sets a 0, placar que o time nacional conquistou ainda nos triunfos sobre Paraguai, Colômbia e Chile, este último batido nas semifinais de quinta-feira.

A seleção levada por Renan Dal Zotto ao Chile contou com os levantadores Bruninho e Raphael, os opostos Wallace e Renan, os centrais Lucão, Maurício Souza, Otávio e Isac, os ponteiros Lucarelli, Maurício Borges, Douglas e Rodriguinho, além dos líberos Tiago Brendle e Thales.

Após manter a hegemonia no Campeonato Sul-Americano, o Brasil já vai voltar à quadra neste domingo, quando enfrenta os Estados Unidos, às 10 horas, em amistoso no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Em seguida, às 20 horas de terça-feira, os comandados de Renan voltarão a enfrentar os norte-americanos em outro amistoso, mas desta vez em Manaus, na Arena Amadeu Teixeira.

O Brasil conquistou o seu 31º título sul-americano na mesma semana em que comemorou 25 anos do histórico ouro olímpico do vôlei masculino do País nos Jogos de Barcelona, garantido com uma vitória por 3 sets a 0 sobre a Holanda na final realizada no dia 9 de agosto de 1992. Na ocasião, o triunfo marcou o primeiro ouro do Brasil em um esporte coletivo na história da Olimpíada.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM