Jornal do Commercio
Atletismo

Bolt garante Jamaica na final do 4x100m e vislumbra despedida com ouro

A presença de Bolt na eliminatória foi fundamental para a Jamaica garantir o melhor tempo de sua bateria

Publicado em 12/08/2017, às 11h31

Em desvantagem quando recebeu o bastão na última parte da disputa, Bolt acelerou, deixou para trás todos os rivais e cruzou a linha de chegada com tranquilidade. / Foto: Ben Stansall  / AFP
Em desvantagem quando recebeu o bastão na última parte da disputa, Bolt acelerou, deixou para trás todos os rivais e cruzou a linha de chegada com tranquilidade.
Foto: Ben Stansall / AFP
Estadão Conteúdo

O jamaicano Usain Bolt disputou neste sábado (12), no Mundial de Londres, pela primeira vez uma eliminatória do revezamento 4x100m masculino. Até então, o fenômeno do atletismo era convocado apenas para as finais da modalidade. Mas como a atual geração de seu país não é das melhores, ele foi à pista para evitar qualquer tipo de zebra na prova que marcará sua despedida.

Sua presença na eliminatória foi fundamental para a Jamaica garantir o melhor tempo de sua bateria. Em desvantagem quando recebeu o bastão na última parte da disputa, Bolt acelerou, deixou para trás todos os rivais e cruzou a linha de chegada com tranquilidade, com o tempo de 37s95.

"É difícil ficar triste devido ao entusiasmo do público, que é fenomenal", declarou Bolt em entrevista ainda na pista do Estádio Olímpico de Londres. "Me sinto contente e abençoado", complementou.

A outra eliminatória do 4x100m masculino foi dominada pelos Estados Unidos. Com a participação de Justin Gatlin e Christian Coleman, os norte-americanos completaram a prova com o tempo de 37s70. Os dois foram os carrascos de Bolt na disputa dos 100m livre. Na prova mais rápida do atletismo, o jamaicano ficou com o bronze.



Por isso, ao ser questionado sobre as possibilidade de se despedir com uma medalha de ouro, Bolt foi realista. "Não tenho treinado para essa prova. Nos testes que fizemos aqui houve alguns erros. Mas o Yohan Blake estar na final com a gente definitivamente é algo a favor", finalizou.

Blake ficou fora das eliminatórias do revezamento por ter sentido dores na panturrilha durante as semifinais dos 200m livre. Bolt foi convocado e competiu ao lado de três promessas do atletismo jamaicano: Tyauendo Tracey, 23 anos, Julian Forte, 24, e Michael Campbell, 20 anos. O trio disputa um Mundial pela primeira vez.

A final do 4x100m está marcada para as 17h50 (horário de Brasília) e encerra as competições do Mundial de Londres. A prova será a última da carreira de Bolt, que busca o pentacampeonato.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM