Jornal do Commercio
olímpicos

Thomas Bach vai 'acompanhar de perto' operação que investiga Rio-2016

Presidente do COI, Thomas Bach garantiu que a partir de agora acompanhá toda a investigação envolvendo o Rio-2016 de perto

Publicado em 08/09/2017, às 17h13

Bach também falou que a prioridade é pensar nas edições de 2024 e 2028 / AFP
Bach também falou que a prioridade é pensar nas edições de 2024 e 2028
AFP
JC Online

Depois do início das investigações do “Unfair Play”, suposto esquema criminoso envolvendo o pagamento de propina para que o Rio de Janeiro fosse escolhido como cidade-sede dos Jogos Olímpicos do Rio-2016, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, afirmou, nesta sexta-feira, que acompanhará o caso de perto.

O representante chegou a Lima, no Peru, para reuniões sobre as Olimpíadas de 2024 e 2028, mas, inevitavelmente, foi questionado sobre o caso de corrupção deflagrado no Brasil. “Temos que ver, não há processo ainda. Existem investigações e vamos acompanhar isso de bem perto”, afirmou o alemão.

INVESTIGAÇÃO

Quando questionado se o COI fará suas próprias investigações sobre o caso, Bach foi cauteloso. “De novo, não há processo ainda, é muito cedo. Vamos acompanhar de perto”, ressaltou. O presidente ainda desviou de assunto na resposta. “Agora, estamos concentrados no futuro e vamos ver grandes apresentações de duas grandes cidades do mundo que concorrem aos Jogos Olímpicos”, finalizou.



Na última terça-feira, a Polícia Federal, junto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal do Brasil, iniciaram uma força-tarefa para o “Unfair Play”, que faz parte da Lava Jato. A PF foi até a casa do atual presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, para cumprir mandado de busca. No mesmo dia, o ex-jogador de vôlei prestou depoimento.

As investigações acontecem há nove meses. Segundo a Polícia Federal, houve “entrega de dinheiro em espécie, como por meio da celebração de contratos de prestação de serviços fictícios e também por meio do pagamento de despesas pessoais”.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM