Jornal do Commercio
tênis

Após tri do US Open, Nadal mira ATP Finals e almeja feito inédito

Rafael Nadal nunca venceu uma edição do ATP Finals e pretende levar o título de 2017 para se tornar o primeiro tenista a ganhar as principais competições do esporte

Publicado em 11/09/2017, às 11h10

Rafael Nadal é o tenista número 1 do mundo / Reprodução/Twitter
Rafael Nadal é o tenista número 1 do mundo
Reprodução/Twitter
JC Online

Passado o tricampeonato do US Open, Rafael Nadal tem como grande prioridade a conquista do ATP Finals, que será disputado em novembro, em Londres. O torneio é considerado o quinto evento de maior prestígio do circuito, atrás somente das quatro competições que formam o Grand Slam. É a única grande competição que Nadal ainda não ganhou na carreira. O ATP Finals reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Se acabar com o jejum este ano, o espanhol ficará mais próximo de se tornar o primeiro tenista na história a ganhar todas as principais competições possíveis. A lista inclui o Grand Slam (Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon e US Open, todos já conquistados por ele), nove Masters 1000 (Indian Wells, Miami, Monte Carlo, Roma, Madri, Canadá, Cincinnati, Xangai e Paris), o ATP Finals e os Jogos Olímpicos.



MENOS DIFICULDADE

Nadal deve ter a sua vida facilitada no ATP Finals de Londres devido à ausência de vários concorrentes de peso. O sérvio Novak Djokovic, o suíço Stan Wawrinka e o japonês Kei Nishikori estão machucados e não disputarão o torneio. Também se recuperando de lesão, o britânico Andy Murray é outro que deve ficar de fora do ATP Finals de Londres.

Para ser o primeiro "campeão de tudo" na história do tênis, Nadal precisa ganhar, além do ATP Finals, os Masters 1000 de Miami, Xangai e Paris. Este ano, antes do ATP Finals, o espanhol jogará ainda, segundo prevê o seu calendário, os ATP 500 de Pequim e da Basileia e os Masters 1000 de Xangai e Paris. Número 1 do ranking, Nadal vive grande temporada, já soma cinco títulos no ano e ganhou US$ 11,2 milhões em prêmios (R$ 34,8 milhões). Ao longo da carreira acumula US$ 89,9 milhões (R$ 279,8 milhões).


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM