Jornal do Commercio
olímpicos

COI suspende Nuzman e COB, mas atletas estão liberados para competir

Nuzman foi preso na manhã da quinta-feira e a notícia repercutiu negativamente no cenário esportivo internacional. COB foi suspenso pelo COI de forma temporária

Publicado em 06/10/2017, às 10h53

Nuzman foi preso na manhã da quinta-feira, no Rio de Janeiro / AFP
Nuzman foi preso na manhã da quinta-feira, no Rio de Janeiro
AFP
JC Online

Após o anúncio da prisão do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, o Comitê Olímpico Internacional (COI) foi irredutível e vetou o dirigente de todas as atividades ligadas à entidade, além de retirá-lo da organização dos Jogos de Tóquio. O COB também foi suspenso, mas isso não significa que os atletas do País não poderão competição nas Olimpíadas de Inverno, no próximo ano, na Coreia do Sul, e nos Jogos Olímpicos de 2020.

A decisão de COI é coerente para casos que há intervenção de dirigentes no governo e na própria entidade esportiva. Nuzman foi preso durante operação da Polícia Federal Unfair Play, acusados de manipulação financeira para ter o Rio de Janeiro como sede dos Jogos de 2016. 



SUSPENSÃO TEMPORÁRIA

Apesar de a investigação não envolver diretamente o COB - é direcionado ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos -, a ligação de Nuzman como presidente dos dois órgãos. A medida, porém, não prejudicará os atletas em competições oficiais, uma forma de preservar o alto rendimento e planejamento dos competidores. 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM