Jornal do Commercio
olímpicos

COI suspende Nuzman e COB, mas atletas estão liberados para competir

Nuzman foi preso na manhã da quinta-feira e a notícia repercutiu negativamente no cenário esportivo internacional. COB foi suspenso pelo COI de forma temporária

Publicado em 06/10/2017, às 10h53

Nuzman foi preso na manhã da quinta-feira, no Rio de Janeiro / AFP
Nuzman foi preso na manhã da quinta-feira, no Rio de Janeiro
AFP
JC Online

Após o anúncio da prisão do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, o Comitê Olímpico Internacional (COI) foi irredutível e vetou o dirigente de todas as atividades ligadas à entidade, além de retirá-lo da organização dos Jogos de Tóquio. O COB também foi suspenso, mas isso não significa que os atletas do País não poderão competição nas Olimpíadas de Inverno, no próximo ano, na Coreia do Sul, e nos Jogos Olímpicos de 2020.

A decisão de COI é coerente para casos que há intervenção de dirigentes no governo e na própria entidade esportiva. Nuzman foi preso durante operação da Polícia Federal Unfair Play, acusados de manipulação financeira para ter o Rio de Janeiro como sede dos Jogos de 2016. 



SUSPENSÃO TEMPORÁRIA

Apesar de a investigação não envolver diretamente o COB - é direcionado ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos -, a ligação de Nuzman como presidente dos dois órgãos. A medida, porém, não prejudicará os atletas em competições oficiais, uma forma de preservar o alto rendimento e planejamento dos competidores. 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM