Jornal do Commercio
Operação Unfair Play

Ministério Público pede para Nuzman ficar preso por tempo indeterminado

Nuzman foi detido sob suspeita de compra de votos para que o Rio fosse escolhido como sede dos Jogos Olímpicos de 2016

Publicado em 09/10/2017, às 16h36

Nuzman está preso há cinco dias / Foto: AFP
Nuzman está preso há cinco dias
Foto: AFP
JC Online

O Ministério Público Federal do Rio (MPF-RJ) pediu a conversão do pedido de prisão temporária do presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman, para preventiva (sem prazo para terminar), na tarde desta segunda-feira (9).

O prazo da prisão temporária, que tem validade de cinco dias, vencerá nesta segunda-feira. O juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas, decidirá até o final desta tarde se aceita não o pedido do MPF.



Junto com o pedido, o MPF também solicitou a prorrogação do pedido da prisão temporária do ex-diretor de Marketing e Comunicação do COB, Leonardo Gryner. Os dois foram presos pela Polícia Federal (PF) na última quinta-feira. Eles estão detidos em Benfica, na zona norte do Rio.

A prisão

Nuzman foi detido durante a Operação Unfair Play, um desdobramento da Lava Jato que aponta que houve compra de votos para que o Rio fosse escolhido como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Na denúncia, os procuradores federais apontaram para a ocultação de bens de Nuzman, incluindo 16 barras de ouro depositadas em um cofre na Suíça, motivaram a prisão. Os procuradores também citaram que Nuzman teve crescimento "exponencial" de seu patrimônio entre 2006 a 2016: 457%.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Hito,09/10/2017

Um velho, porco, ladrão. Como pode?? Um bosta destes não tem família. Pro inferno, vagabundo. Tem que bloquear TUDO deste bosta. E fazer devolver com juros e correção monetária, assim como qualquer cidadão faz qdo deve ao governo.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM