Jornal do Commercio
Definição

Roger Federer em grupo complicado no ATP Finals

Sorteio das chaves foi realizado na manhã desta quarta-feira (8)

Publicado em 08/11/2017, às 12h19

A chave de Federar foi batizada de Pete Sampras / AFP
A chave de Federar foi batizada de Pete Sampras
AFP
JC Online

O sorteio dos grupos do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, em Londres, a partir deste domingo (12), foi realizado nesta quarta-feira (8) e determinou que Roger Federer terá adversários mais complicados na primeira fase da competição. Atual vice-líder do ranking mundial, o suíço vai encarar o alemão Alexander Zverev,  3º colocado da ATP, e o croata Marin Cilic, o quinto, além do embalado norte-americano Jack Sock, o nono, mas que vem embalado pela conquista do Masters 1000 de Paris, encerrado no último domingo.

Esta chave foi denominada Grupo Pete Sampras. Já o espanhol Rafael Nadal, que já garantiu a condição de número 1 do mundo até o final deste ano, encabeça o Grupo Boris Becker, que também contará com o austríaco Dominic Thiem, o búlgaro Grigor Dimitrov e o belga David Goffin, respectivos quarto, sexto e oito colocados da ATP.

Embora estes últimos três tenistas sejam considerados adversários perigosos, Nadal abrirá sua campanha como franco favorito a conquistar uma das vagas do seu grupo nas semifinais do ATP Finals. O espanhol, entretanto, luta para se recuperar de uma lesão no joelho que provocou a sua desistência do último Masters de Paris e tem condição física incerta para a importante competição na capital inglesa.



Federer também defenderá favoritismo em sua chave, até pelo seu histórico de hexacampeão do torneio, com os títulos de 2003, 2004, 2006, 2007, 2010 e 2011, mas enfrentará rivais considerados mais fortes no piso duro e rápido como o do ATP Finals. Cilic é considerado um velho freguês do suíço, com sete derrotas em oito duelos, mas já faturou o US Open de 2014 e foi finalista de Wimbledon neste ano, então sendo superado na decisão justamente por Federer.

Zverev, por sua vez, já derrotou o suíço por duas vezes em quatro duelos entre os dois, sendo que um destes triunfos ocorreu na final do Masters 1000 de Montreal deste ano. Já Sock, azarão desta chave, foi superado nas três ocasiões em que mediu forças com o lendário tenista suíço, que só nesta temporada conquistou sete títulos.

VANTAGEM

Dono de seis troféus conquistados neste ano, entre eles um histórico décimo de Roland Garros e um tricampeonato do US Open, Nadal também tem vantagem no retrospecto dos confrontos contra os seus primeiros três rivais neste ATP Finals. Ganhou cinco dos duelos que travou com Thiem, dez dos 11 que fez contra Dimitrov e levou a melhor sobre Goffin nas duas vezes em que encarou o belga. Ele busca ainda, porém, o seu primeiro troféu do torneio que fecha a temporada após 12 participações seguidas - os seus melhores resultados foram os vice-campeonatos de 2010 e 2013.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM