Jornal do Commercio
Rio 2016

Brasil fatura ouro e prata na bocha nos Jogos Paralímpicos

Estreante nos Jogos Paralímpicos, equipe do Brasil contou com apoio maciço da torcida para bater a Coreia do Sul, que havia ganho dos brasileiros na fase de grupos

Publicado em 12/09/2016, às 20h17

Antônio Leme, Evelyn de Oliveira e Evani Soares da Silva conquistaram o ouro da bocha BC3 ao bater a equipe da Coréia do Sul / Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Antônio Leme, Evelyn de Oliveira e Evani Soares da Silva conquistaram o ouro da bocha BC3 ao bater a equipe da Coréia do Sul
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O Brasil conquistou medalhas de ouro e prata na bocha nesta segunda-feira, nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Competindo na Arena Carioca 2, os brasileiros levaram o ouro na disputa mista da classe BC3, a que conta com atletas que apresentam as limitações mais severas.

Na final, o time brasileiro derrotou por 5 a 2 a Coreia do Sul (equipe composta por Ho Won Jeong, Han Soo Kim e Ye Jin Choi). O time nacional contou com Antonio Leme, Evani Soares da Silva e Evelyn de Oliveira. Curiosamente, o Brasil havia sido derrotado por este mesmo time sul-coreano no domingo, na disputa na fase de grupos.

Contando com o apoio maciço da torcida, os estreantes em Paralimpíadas dominaram o rival desde o início, num resultado que surpreendeu, uma vez que a equipe da Coreia do Sul é a atual número um do ranking e campeã paralímpica em Pequim-2008. 

A classe BC3 é a mais inclusiva da bocha, que já é considerada a modalidade que permite a maior participação de atletas com deficiências. Nesta classe, os atletas apresentam limitações mais severas na movimentação dos braços, pernas e tronco. Por isso, utilizam recursos como rampas e calhas para ajudar no lançamento da bola.

Em outra final disputada nesta segunda-feira, o Brasil ficou com a prata na disputa mista na classe BC4, que conta com atletas com menos limitações, capazes de lançar a bola com uma ou as duas mãos. 

Na decisão do ouro, o time brasileiro foi batido pela Sérvia por 4 a 2. Dirceu Pinto, Eliseu dos Santos e Marcelo dos Santos conquistaram a prata para o Brasil, enquanto os sérvios Samuel Andrejcik, Michaela Balcova e Robert Durkovic levaram o ouro.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM