Jornal do Commercio
paralímpico

Para-atletismo conquista quatro medalhas no 6º dia da Paralimpíada

Edson Pinheiro, Mateus Evangelista, Odair Santos e o revezamento 4x100m masculino foram responsáveis pelos pódios da Paralimpíada desta terça-feira

Publicado em 13/09/2016, às 20h03

Mateus conquistou prata no salto em distância / Divulgação
Mateus conquistou prata no salto em distância
Divulgação
Gabriela Máxima

O para-atletismo segue como modalidade com maior número de triunfos da Paralimpíada. Ontem, os brasileiros conquistaram quatro medalhas com Edson Pinheiro, Mateus Evangelista, Odair Santos e o revezamento 4x100m masculino. 

A equipe formada por Diogo Ualisson, Henrique Gustavo, Daniel Silva e Felipe Gomes estabeleceu novo recorde paralímpico e conquistou o ouro do revezamento das classes T11/13. 

Mas o primeiro pódio de ontem foi de Edson Pinheiro, que levou o bronze nos 100m pela classe T38, para competidores com paralisia cerebral. Ele concluiu com o tempo de 11seg26, enquanto o chinês Jianwen Hu venceu com 10seg74. Já Mateus Evangelista ficou com a prata no salto em distância na T37, também para quem tem paralisia cerebral. A disputa foi acirrada, com algumas quebras de recordes mundiais. Mateus terminou com 6,53m, mas quem levou a melhor foi o chinês Guangxu Shang, que fez 6,77m.

A segunda prata foi de Odair Santos, que por pouco não vence os 1.500m. Com 4min03seg85, ele só ficou atrás do queniano James Boit, com 4min0325.

DESCLASSIFICADA

Terezinha Guilhermina era a grande favorita ao título dos 200m na classe T11 (para deficientes visuais) desta terça-feira. A para-atleta, porém, queimou a largada e foi eliminada da disputa. Quem venceu foi a Libby Clegg, da Grã-Bretanha.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM