Jornal do Commercio
Cobra Coral

Líder no Santa Cruz, Julio Cesar celebra boa fase na nova casa

Na Rádio Jornal, goleiro agradeceu o carinho da torcida neste início

Publicado em 14/03/2017, às 06h33

“Fico feliz pelo reconhecimento do torcedor
“Fico feliz pelo reconhecimento do torcedor", afirmou o goleiro do Santa Cruz
André Nery/Acervo JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegobmtoscano

Um dos três atletas do Santa Cruz que foi titular em todas as partidas da equipe na temporada, o goleiro Julio Cesar já é uma das lideranças do Tricolor do Arruda na temporada. Ex-jogador do Náutico, o arqueiro falou da felicidade na nova casa e da pressão de substituir um ídolo nas traves corais. Além do goleiro, o lateral Vítor e o volante David atuaram nas 11 partidas oficiais do Santa Cruz na temporada 2017. 

“Fico feliz pelo reconhecimento do torcedor. Me dá ainda mais confiança para trabalhar. Porém, sei que tenho um longo caminho pela frente”, afirmou o goleiro, em entrevista ao programa Fórum Esportivo, da Rádio Jornal.

Substituindo Tiago Cardoso, ídolo da torcida coral e que conquistou sete títulos em seis anos, Julio Cesar sabe da responsabilidade de vestir a camisa do Santa Cruz. “É claro que quando você entra no lugar de alguém que já foi campeão no clube, a responsabilidade aumenta. Mas essa pressão, para atleta profissional, é sempre bom”, explicou Julio Cesar.

ADAPTAÇÃO

Depois de três temporadas no Náutico, o goleiro confessou que, ao trocar de casa no Recife, chegou a passar por situações engraçadas. “No começo, me confundia ao falar algumas coisas dentro do campo. A cabeça fazia uma confusão (risos). Hoje, porém, já estou totalmente adaptado”, disse.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM