Jornal do Commercio
Cobra Coral

Capitão Vítor vê oscilação do Santa Cruz como natural

“Nossa equipe só está junta há pouco mais de dois meses", explicou o lateral

Publicado em 15/03/2017, às 06h07

Lateral acredita que equipe vai crescer nas próximas decisões / Bobby Fabisak/JC Imagem
Lateral acredita que equipe vai crescer nas próximas decisões
Bobby Fabisak/JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegobmtoscano

Depois de reformular praticamente a equipe inteira, com 25 saídas e 17 contratações, o Santa Cruz começou o ano surpreendendo. Foram oito jogos oficiais seguidos sem derrota, a maior sequência invicta em início de temporada desde 1996. Agora, porém, o time vem numa descendente, com dois reveses e um triunfo nos últimos três jogos. Para os jogadores, apesar do início positivo, as oscilações são naturais em um time ainda em formação.

“Nossa equipe só está junta há pouco mais de dois meses. Além disso, os adversários estão estudando mais a nossa equipe. Às vezes, conseguem neutralizar as nossas peças. Mesmo assim, acredito que a equipe ainda tem muito mais a crescer, principalmente nesta reta final de Estadual e Nordestão”, afirmou o lateral Vítor.

CRIAR PARA GANHAR

Para o capitão, o time precisa voltar a jogar bem como no início da temporada, principalmente na criação das jogadas. “Contra o Náutico, não conseguimos fazer o que vínhamos fazendo. Tirando a bola na trave de Salles, não tivemos mais chances. Temos que melhorar no aspecto de criar mais chances de gols. Vamos precisar muito disso nas próximas decisões”, explicou o ala.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM