Jornal do Commercio
Série B

Jaime e Roberto no ataque? Eutrópio sofre pra ter opções no Santa Cruz

Lesões e saída de atletas obrigam treinador do Santa a testar improvisações na equipe

Publicado em 19/05/2017, às 13h12

Roberto poderá atuar como meia ou ponta pela esquerda contra o Guarani / Diego Nigro/JC Imagem
Roberto poderá atuar como meia ou ponta pela esquerda contra o Guarani
Diego Nigro/JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegobmtoscano

Com jogadores no departamento médico e outros deixando o clube, o técnico Vinícius Eutrópio sofre para montar a equipe do Santa Cruz visando o duelo contra o Guarani, no próximo sábado (20), pela segunda rodada da Série B. Sem Thomás e Pereira, que estão deixando o clube, e Léo Costa, Sheik e Facundo Parra, ainda se recuperando de lesões, Eutrópio já pensou em duas improvisações que estão causando polêmica entre os torcedores.

Defensores, Roberto e Jaime poderão, em caso de necessidade, atuar no ataque contra o Guarani. O lateral seria usado como um meia ou ponta pela esquerda, enquanto o zagueiro jogaria como centroavante. "Se a gente estiver dominando o jogo e precisar de um jogador para trabalhar as finalizações com bola aérea, posso usar Jaime. Ele é alto, tem uma boa finalização e seria uma referência para ser usada em cima do último deles. Isso seria num caso extremo", afirmou o treinador Vinícius Eutrópio.

OUTRAS OPÇÕES

O treinador também torce para que três opções fiquem disponíveis para o duelo na Série B: Ricardo Bueno, Kelvy e Facundo Parra. Os dois primeiros estão sem ritmo de jogo e ainda precisam ser regularizados, enquanto o último ainda se recupera de lesão na coxa. Mesmo assim, a tendência é que pelo menos um deles seja relacionado contra o Guarani.



"Nós não temos opções de ataque amanhã (sábado, 19) para o banco de reservas. Por isso, a gente está tentando inscrever, mesmo que ainda sem condições de jogo, Ricardo Bueno e Kelvy. Os dois foram relacionados muito no sentido de ter número de jogadores. Vamos aguardar. É bom que se diga que, se entrarem, será na condição mínima, com 15 minutos em extrema necessidade. 

Sobre Facundo, o técnico deixou claro que o jogador se colocou à disposição, mas que só vai usá-lo se os dois reforços não forem regularizados. "Fui surpreendido positivamente (com a volta de Parra). É mais uma demonstração da força do nosso grupo. Facundo ainda não terminou o período de transição completo, mas se colocou à disposição para jogar de 10 a 20 minutos. Se não conseguirmos (Ricardo Bueno e Kelvy), talvez a gente coloque Parra no banco. Mesmo sabendo que é um sacrifício físico e com o risco de prolongar a lesão dele", finalizou Eutrópio.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM