Jornal do Commercio
Tricolor

Bruno Moraes garante que não está negociando com o Santa Cruz

Jogador teve contrato com o Dibba Al Fujairah encerrado e não obteve a renovação

Publicado em 17/07/2017, às 16h13

Bruno Moraes criou grande empatia com a torcida do Santa Cruz, passando a ser conhecido como 'General' / JC Imagem
Bruno Moraes criou grande empatia com a torcida do Santa Cruz, passando a ser conhecido como 'General'
JC Imagem
Luana Ponsoni
esportes@jc.com.br

Os torcedores do Santa Cruz animados com a possibilidade do retorno do atacante Bruno Moraes ao clube coral receberam um "balde de água fria" nesta segunda-feira (17). Por meio de sua conta em uma rede social, o General garantiu que não há qualquer tipo de negociação entre ele e o tricolor pernambucano. No mês passado, o contrato do jogador com o Dibba Al Fujairah, dos Emirados Árabes, foi encerrado e ele está sem clube atualmente.

"Fala nação coral, tudo bom? Vim aqui gravar esse vídeo para deixar claro algumas situações que estão rolando. Saiu na matéria que o meu retorno está próximo para o Santa Cruz. Vim aqui deixar claro que não é verdade. Nem eu, nem o meu empresário recebeu nenhum contato do clube. Não sei qual foi a fonte que escreveu essa matéria, de onde isso foi tirado. Então, a respeito de todas as mensagens que eu venho recebendo, a todos os torcedores que gostam de mim, quero deixar claro que hoje não é a realidade o meu retorno. Espero um dia voltar a vestir essa camisa, com muita honra, poder fazer meus gols, poder entrar em campo, sempre honrei cada minuto. Então, um grande abraço, fiquem com Deus. Estou na torcida pelo Santa Cruz e ele vai voltar para a Série A", finalizou.



HISTÓRIA

Bruno Moares integrou o elenco coral nas temporadas de 2015 e 2016. Fez parte do grupo que levou o tricolor à Série A há dois anos e que conquistou o bicampeonato pernambucano, além da Copa do Nordeste no ano passado. O jogador criou grande empatia com a torcida e ficou conhecido no Arruda como o "General".

RESPEITO e ESCLARECIMENTO a NAÇÃO ????????

Uma publicação compartilhada por Bruno Moraes (@bm_general) em


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM