Jornal do Commercio
Tricolor

Santa Cruz focado nos jogos dentro de casa pela Série B

Os dois próximos jogos do Santa Cruz serão como mandante

Publicado em 17/07/2017, às 08h37

O técnico do Santa Cruz, Givanildo Oliveira, quer seis pontos nos próximos dois jogos.  / Foto: Rodrigo Lobo/JC Imagem
O técnico do Santa Cruz, Givanildo Oliveira, quer seis pontos nos próximos dois jogos.
Foto: Rodrigo Lobo/JC Imagem
Thiago Wagner
Blog do Torcedor

Em busca de uma aproximação do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz começa a semana sonhando alto no que diz respeito ao objetivo traçado. Tudo por conta dos dois jogos em casa que o time tem na competição nacional – a Cobra Coral encara Vila Nova (amanhã) e Boa Esporte (sexta) na Arena de Pernambuco e mira duas vitórias para conseguir pelo menos uma posição melhor na classificação da Segundona, atualmente é o décimo com 19 pontos. Isso na pior das hipóteses porque a meta mesmo é entrar no grupo de quatro melhores da competição.

O próprio técnico Givanildo Oliveira traça essa meta para a equipe. Experiente em Série B com cinco acessos para a elite nacional no currículo, o treinador acredita que os seis pontos disputados no Recife devem levar o Tricolor para o G-4 do nacional.

“Ganhando as duas partidas se não entrar no G-4 vai ficar muito pertinho com certeza. Por isso a necessidade do torcedor vir e empurrar. Vamos agora pensar no jogo de terça e de sexta”, disse o comandante tricolor.

Givanildo, contudo, tem um desafio grande para alcançar suas metas. Com uma sequência forte de jogos, não tem tempo para treinar. Assim, não consegue com tanta facilidade dar a sua cara para a equipe do Santa Cruz.



“Se estivesse no clube há três meses eu poderia fazer outro tipo de treino, mas estou somente há três jogos. Desde que eu cheguei não tem tempo para treinamento com o grupo”, reclamou o técnico após o empate em 0x0 com o Náutico, na Arena de Pernambuco, no último sábado.

Outro obstáculo que ele encontrará, pelo menos para o jogo contra o Vila Nova, amanhã, é a ausência do zagueiro Jaime, que recebeu o terceiro amarelo. A tendência é que Anderson Salles volte ao time titular. O treinador, porém, não confirmou quem vai entrar. “Ainda vou ver quem é o melhor. Como disse, não tem tempo para fazer treinamentos”, declarou.

NOVIDADE

Por outro lado, o treinador poderá contar durante a semana com o volante João Ananias, recém-contratado pela Cobra Coral. O atleta, que foi revelado pelo Náutico, chega por indicação do técnico. Giva e Ananias trabalharam juntos justamente no Timbu. A parceria foi no ano passado e quase deu certo. Os alvirrubros brigaram pelo acesso até o fim. “É jogador que foi titular comigo e chega para nos ajudar agora.”


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM