Jornal do Commercio
Série B

João Paulo se sente à vontade em nova função no Santa Cruz

Meia de origem, jogador vem atuando como ponta esquerda no Santa

Publicado em 13/09/2017, às 18h57

"Estou aqui para ajudar", afirmou o meia do Santa Cruz
Guga Matos/JC Imagem
Diego Toscano
Twitter: @diegobmtoscano

"Estou aqui para ajudar. A posição que ele (Martelotte) escolher, vou dar meu melhor". É com esse espírito que João Paulo encara a mudança de função no Santa Cruz. Meia de origem, o jogador vem atuando como ponta esquerda na Era Marcelo Martelotte. E não vê incômodo em trocar de setor. O importante, para ele, é quebrar a sequência negativa de oito jogos sem vitória e tirar o Tricolor do Arruda da zona de rebaixamento da Série B.

"Eu já joguei nessa posição, aqui mesmo com o Vinícius (Eutrópio, ex-técnico do Santa Cruz), logo quando cheguei. Eu me sinto à vontade nela também. Não sinto desconforto nenhum. Estou aqui para ajudar. A posição que ele (Martelotte) escolher que eu faça, vou dar meu melhor pra gente sair dessa situação.", afirmou o meia.



FUNÇÕES

O jogador também explicou as diferenças de suas funções em campo na Era Givanildo Oliveira e agora com Marcelo Martelotte. "Com Giva, a gente jogava num 4-2-3-1. Agora, com Martelotte, estamos atuando num 4-2-4. Ele me dá bastante liberdade para flutuar por dentro e jogar como meia também. Sem a bola, é ajudar a marcação do lado esquerdo", finalizou o jogador do Santa Cruz


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM