Jornal do Commercio
Arruda

Nome de Dal Pozzo é bem avaliado no Santa Cruz

O técnico Gilmar Dal Pozzo foi procurado pelo Santa Cruz para substituir Júnior Rocha

Publicado em 17/04/2018, às 07h08

Nome de Gilmar Dal Pozzo é bem cotado no Santa Cruz. / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Nome de Gilmar Dal Pozzo é bem cotado no Santa Cruz.
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Com a oficialização da saída de Júnior Rocha do comando técnico do Santa Cruz, o nome de Gilmar Dal Pozzo é bem visto no Arruda. O ex-treinador do Náutico agrada os requisitos da cúpula de futebol coral. Ele foi procurado pelo Tricolor no fim da tarde de ontem pelo executivo Fred Gomes e se mostrou lisonjeado com o contato da diretoria coral, que deixou claro que não tem pressa para contratar um profissional para dirigir a equipe.

“Recebi uma ligação e convite do Fred (Gomes), que me ligou e fez o convite. Fiquei muito feliz por esse reconhecimento, ainda mais porque joguei pelo clube”, confirmou Dal Pozzo em entrevista à Rádio Jornal.

Gilmar preferiu não entrar em detalhes sobre um possível acerto com o Santa Cruz por conta de uma negociação que está participando para comandar outro clube. Inclusive, ele foi procurado pelo CRB, que contratou o ex-técnico do Santa Cruz, Júnior Rocha, por não esperar o prazo pedido por Dal Pozzo. Como a diretoria coral não trabalha com um prazo, a possibilidade ainda existe.

“Vou conduzir da mesma maneira que tratei o CRB, que me convidou no sábado passado. Pedi até quarta-feira, que é o prazo para a negociação que estou tocando de um projeto. Até amanhã (quarta-feira) não resolvo nada. Depois, é possível um acordo”, afirmou o treinador.



Gilmar Dal Pozzo foi goleiro do Santa Cruz em 2006 e não escondeu a admiração pela Cobra Coral. Como também guarda uma lembrança positiva do Recife de quando teve uma boa campanha sob o comando do Náutico no fim de 2015 e começo de 2016. No entanto, o treinador frisou que até amanhã o foco está em outro lugar.

“Tenho um respeito muito grande pelo Santa Cruz. Defendi a camisa do clube como jogador e tenho um carinho grande pelos pernambucanos também. Agora prefiro focar no projeto que estou negociando. Se até quarta-feira (amanhã) não avançar, estou livre no mercado para tratar outras oportunidades”, finalizou o técnico.

BASTIDORES

Na Série C do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz não tem um grande poder financeiro. De acordo com apuração da reportagem do JC, o teto salarial gira em torno de R$ 30 mil, valor que era ganho por Júnior Rocha, que foi para o CRB ganhar mais que o dobro. Para fechar com Dal Pozzo seria preciso uma negociação entre as partes para chegar em uma denominador comum. Antônio Carlos Zago (ex-Fortaleza e Juventude) foi outro nome que surgiu na lista coral.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por J cunha,17/04/2018

Esquece esse treinador, que conversa de dar resposta após quinta, faz feito o CRB, esperar nada, foi procurar outro. Não falta treinador competente desempregado.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM