Jornal do Commercio
Protagonista

Everton Felipe, do Sport, rouba a cena no Clássico das Multidões

Prata-da-casa rubro-negro é conhecido por "cutucar" equipes rivais

Publicado em 18/02/2017, às 08h30

Everton Felipe promete comemoração especial em caso de gol  / André Nery/JC Imagem
Everton Felipe promete comemoração especial em caso de gol
André Nery/JC Imagem
Felipe Holanda
Twitter: @f_holanda1

Sport e Santa Cruz têm elencos repletos de grandes jogadores. Magrão, Diego Souza, André, Rithely e Durval são alguns dos destaques do rubro-negro, enquanto Halef Pitbull, Elicarlos e Julio Cesar são os principais protagonistas do lado tricolor. No entanto, um jovem atleta conseguiu “roubar” o protagonismo do Clássico das Multidões com declarações apimentadas: o meia Everton Felipe. 

A insistência de Everton Felipe em “cutucar” os rivais do Sport foi tão grande que ele se tornou o principal personagem da partida antes de a bola rolar no Arruda. O meia, inclusive, prometeu uma comemoração especial caso balance as redes tricolores. No último clássico com o Santa Cruz, ano passado, pelo Brasileirão, Everton anotou um dos tentos da vitória leonina por 5x3 na Ilha do Retiro. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

REPERCUSSÃO 

Preocupado com a repercussão negativa que as gozações possam ter, o técnico Daniel Paulista confirmou que vem aconselhando o atleta de apenas 19 anos a ter um pouco mais de cuidado em suas declarações. 

“Nos dias de hoje, nós temos que ter um pouco de cuidado porque vivemos em um mundo de muita violência. Não só aqui no Recife, mas como em todo o País. Principalmente no futebol, a gente vê coisas terríveis acontecerem nos grandes jogos e temos que ter um cuidado para que não se transfira esse clima dos jogos para o extracampo. Sabemos que aquele torcedor que vai para o campo prestigiar e apoiar o seu clube não tem culpa. Por isso, a gente tem que ter esse cuidado", contou Daniel Paulista, passando a deixa para Everton Felipe.

Recomendados para você


Comentários

Por Osvaldo,18/02/2017

Ele diz que é brincadeira, mas na verdade é provocação de um "tirador de onda". Isso faz com que ele seja "negado" por torcedores adversários, e mesmo por alguns dos seus, que não aceitam provocações, independente do futebol que apresentem, que no caso do rapaz em questão, hoje é pífio! Ademais, hoje ele é relativamente badalado, mas amanhã.................Lembremos de Neto Baiano!

Por Ednaldo Barbosa,18/02/2017

Esse jovenzinho sequer tem cacife para falar nada no momento . E a avaliar pela bolinha que joga talvez nunca tenha. Os fracos sempre procuram esconder suas deficiências , e como não joga bola , talvez se sobressaia pelas palavras, o que infelizmente para ele ,não tem acontecido devido a sua imatura idade e falta de uma formação intelectual mais apurada . Mas é assim mesmo , numa terra em que MCS ficam ricos da noite para o dia fazendo apologia a novinhas e drogas ....



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM