Jornal do Commercio
NORDESTÃO

Emprestado ao Bahia, Régis reencontra Sport em melhor fase da carreira

Depois de ser desfalque por suspensão no empate em 1x1 na Ilha, ex-Sport estará à disposição do técnico Guto Ferreira na próxima quarta (24/5), no jogo de volta

Publicado em 18/05/2017, às 07h55

Régis atuou pelo Sport em 2014 e tem contato com o time da Ilha / Diego Nigro/JC Imagem
Régis atuou pelo Sport em 2014 e tem contato com o time da Ilha
Diego Nigro/JC Imagem
FELIPE HOLANDA
Twitter: @f_holanda1

Ainda com contrato ao Sport até maio de 2019, Régis está próximo de reencontrar o time da Ilha do Retiro. Após desfalcar o Bahia, suspenso por expulsão contra o Vitória, no primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, o meia foi absolvido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e estará à disposição do técnico Guto Ferreira para o confronto de volta, próxima quarta (24/5), na Arena Fonte Nova. 

A passagem de Régis no Sport foi cheias de controvérsias. Se destacou atuando na Ilha do Retiro pela Chapecoense no início de 2014, quando o Leão venceu por 2x1. Naquela noite, o meia deixou uma bela impressão e os dirigentes rubro-negros não mediram esforços para contratá-lo. O desembolso aos cofres leoninos foi de R$ 2,5 milhões para um contrato de quatro anos.

Os cifrões investidos, contudo, não renderam ao Sport. Régis passou a sofrer com lesões intermitentes, que lhe rendeu uma estádia costumeira no Departamento Médico. Com 63 jogos e nove gols marcados pelo time da Ilha, o meia foi emprestado ao Palmeiras em 2016 e voltou a se lesionar. Pelo Verdão, disputou apenas quatro partidas e se transferiu para o Bahia.



MELHOR FASE

E parece que o ex-Sport se reencontrou em Salvador. Régis é o artilheiro da Copa do Nordeste com seis gols marcados e o craque do time. Não por acaso. Em menos de 20 dias, o meia fez gol em clássico pela Copa do Nordeste, foi craque do Campeonato Baiano e comandou o time na estreia no Brasileirão marcando dois gols contra o Atlético-PR na Fonte Nova.

Com o empate em 1x1 no Recife, o Sport precisa vencer ou empatar a partir de 2x2 em Salvador para festejar seu quarto título de Nordestão na história.  Outro 1x1 leva a decisão para os pênaltis. Um empate sem gols favorece o Bahia, que busca o tricampeonato. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM