Jornal do Commercio
EM ALTA

Sport é o terceiro melhor mandante do Brasiileirão

Sport tem uma boa campanha em jogos dentro de casa pela Série A

Publicado em 14/07/2017, às 20h49

Na Arena, Sport fez bonito e atropelou a Chape, vencendo por 3x0 / Alexandre Gondim/JC Imagem
Na Arena, Sport fez bonito e atropelou a Chape, vencendo por 3x0
Alexandre Gondim/JC Imagem
Wladimir Paulino
Do Blog do Torcedor

As duas últimas vitórias como mandante – Atlético-PR e Chapecoense – foram o suficiente para alçar o Sport à terceira melhor campanha como mandante no Brasileirão 2017. São 14 pontos conquistados em quatro vitórias, dois empates e uma derrota. O Leão só fica atrás de Vasco, com 15 pontos; e o líder Corinthians, com nada menos do que 19. Nos gols, os comandados de Vanderlei Luxemburgo só não marcaram menos em seus domínios que o Bahia e o Timão. A dupla balançou as redes 13 vezes contra 12 do campeão pernambucano.

E pensar que no início do campeonato a Ilha do Retiro, outrora conhecida pela dificuldade que impunha aos adversários, não fazia a diferença. No primeiro jogo, contra o Cruzeiro, o Sport saiu perdendo e chegou ao empate com uma penalidade cobrada por Diego Souza. No segundo compromisso, a situação se desenhava mais difícil ainda. Mesmo diante dos reservas do Grêmio, os leoninos saíram perdendo por 2×0.



FORA

Quando saiu de casa, o time da Ilha não fez feio, pois trouxe um terço dos seus pontos (7) e tem a 10ª melhor campanha. O jogo que começou a virada para a boa fase foi na condição de visitante, um empate por 2×2 com o Atlético Mineiro, no Independência. Na partida seguinte, novamente fora, a quebra de um jejum histórico. Pela primeira vez o Sport vencia o Santos na Vila Belmiro: 1×0, gol de Osvaldo.

Leia a matéria completa clicando AQUI


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM