Jornal do Commercio
COADJUVANTE

Luxa elogia Sport em vitória e diz: ''Não quero ser protagonista''

Técnico rubro-negro disse que o brilho deve ser dos atletas

Publicado em 13/09/2017, às 22h02

Luxemburgo disse que quer ser coadjuvante no Sport / Guga Matos / JC Imagem
Luxemburgo disse que quer ser coadjuvante no Sport
Guga Matos / JC Imagem
Thiago Wagner
Do Blog do Torcedor

Após a vitória por 3×1 sobre a Ponte Preta, pela Copa Sul-Americana, o técnico Vanderlei Luxemburgo enalteceu muito o elenco do Sport, chegando até a citar alguns jogadores pela atuação no êxito do primeiro jogo das oitavas de final da competição internacional. Dentro desse cenário, destacou que é esse o time que ele quer ver e que não está no clube para ser protagonista. Quer deixar esse brilho para os atletas.

“Os jogadores foram enaltecidos pela torcida e pela imprensa. Quem tem que ser protagonista é o jogador. Eu não quero isso. Mas estamos no caminho certo. Às vezes sai um pouco ali ou aqui, mas nós colocamos numa boa”, disse Luxa de maneira bastante satisfeita não só com o resultado, mas com a apresentação da equipe.



Entre os citados por ele, estavam o volante Rithely, o meia Diego Souza e o atacante Lenis. Segundo Luxemburgo, todos estiveram bem em campo. “Rithely foi a melhor apresentação dele. Não só pelo gol, mas pelo futebol. Diego fez partida muito boa. Time jogou de maneira bem convincente”, afirmou.

MUDANÇAS

O treinador ainda pontuou que não disse que iria fazer mudanças na equipe depois da partida contra o Grêmio, quando o Sport perdeu por 5×0 ele cobrou muito na coletiva. De acordo com o técnico, a intenção era apenas pedir mais empenho dos atletas. “Em nenhum momento falei que iria trocar jogador ou cite nome de alguém. A única coisa que falei é que meu time tinha que mudar atitude”, comentou.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM