Jornal do Commercio
DE VOLTA

Voltando ao time, Durval foca a solidez defensiva do Sport na Sula

Durval retorna ao time do Sport pela suspensão do colombiano Henríquez

Publicado em 13/09/2017, às 11h22

Durval é o favorito para assumir a vaga de Henríquez, suspenso pelo segundo amarelo / Diego Nigro/JC Imagem
Durval é o favorito para assumir a vaga de Henríquez, suspenso pelo segundo amarelo
Diego Nigro/JC Imagem
FELIPE HOLANDA
Twitter: @f_holanda1

O zagueiro Durval voltará a ser titular do Sport. Em virtude da suspensão de Henríquez pelo segundo cartão amarelo, o xerife ganhará uma nova chance do técnico Vanderlei Luxemburgo diante da Ponte Preta, nesta quarta (13/9), no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. De volta, o defensor leonino foca a solidez defensiva dos rubro-negros no duelo com a Macaca.

“É um jogo muito importante. Espero que nessa primeira partida, dentro de casa, a gente não tome gols. Temos que fazer e não tomar. A Ponte Preta é um adversário muito difícil, mas estamos precisando da vitória e vamos atuar na Ilha do Retiro. Estamos pressionados para conseguir vencer. Nada melhor do que conseguir um bom resultado e no jogo da volta termos tranquilidade para nos classificarmos”, disse o zagueiro rubro-negro ao site oficial do clube.

Para Durval, o Sport precisa repetir a boa atuação contra a Ponte Preta no último jogo na Ilha do Retiro. Naquela ocasião, pela Série A, o rubro-negro não foi vazado e somou seu último ponto pelo certame nacional.



“Não faz muito tempo que a gente jogou contra a Ponte aqui. Todos perceberam que a equipe deles é fechada e não vai ser diferente desta vez. Vamos ter que fazer algo diferente e furar o bloqueio do adversário. Eles são muito organizados defensivamente. Vamos procurar os pontos negativos para conseguir furar a marcação deles", encerrou Durval.

RODÍZIO

Após ser utilizado com frequência no início da temporada, Durval acabou perdendo espaço no time devido ao fim do rodízio de zagueiros. Luxemburgo efetivou a zaga titular com Ronaldo Alves e Henríquez. Este último, está suspenso e não foi relacionado para o duelo com a Macaca.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM