Jornal do Commercio
Busca por técnico

Sport confirma sondagem por Guto Ferreira e segue busca por técnico

Vice-presidente de Futebol do Sport, Gustavo Dubeux, disse que clube busca um técnico que possa salvar o Leão da queda e dar início ao trabalho para 2018

Publicado em 13/11/2017, às 21h15

Guto Ferreira foi demitido do comando do Internacional no último sábado (11), após o empate por 1 a 1 contra o Vila Nova-GO, pela Série B do Campeonato Brasileiro / Ricardo Duarte/Internacional
Guto Ferreira foi demitido do comando do Internacional no último sábado (11), após o empate por 1 a 1 contra o Vila Nova-GO, pela Série B do Campeonato Brasileiro
Ricardo Duarte/Internacional
Heitor Nery
hnery@jc.com.br

O vice-presidente de Futebol do Sport, Gustavo Dubeux, confirmou que o clube rubro-negro fez uma sondagem ao ex-técnico do Internacional, Guto Ferreira. O treinador foi demitido do comando do Colorado no último sábado (11), após o empate por 1 a 1 contra o Vila Nova-GO, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

"O Guto Ferreira realmente foi sondado. O Sport, nesse momento, se encontra na mesma situação de clubes que estão com treinadores interinos e buscando alguém pra próxima temporada. Mas o Guto foi realmente foi sondado", declarou o dirigente do Leão.



Treinador que inicie um planejamento para 2018

Na 17ª posição, o Leão está a três pontos do Vitória, o primeiro clube fora da zona de rebaixamento do Brasileirão. Com quatro rodadas restando para o término do campeonato, o Sport vê o tempo correr na luta para fugir do rebaixamento. No entanto, de acordo com Dubeux, o objetivo do Sport é trazer um treinador que também possa dar início a um trabalho no rubro-negro para o ano que vem.

"Queremos trazer um nome que possa nos ajudar a sair dessa situação, mas que também possa trabalhar já em um planejamento para o próximo ano. Nosso pensamento está para 2018", concluiu o treinador.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por luiz soares,16/11/2017

Muito engraçado esse dirigente perronha do Sport. Em uma semana descarta novo técnico, na outra diz que vai trazer um novo para evitar o já preparado rebaixamento. Contratam paneleiros, dispensam um bom treinador, depois vem com essa conversa. Ele só engana mesmo, os otários que votaram neles.

Por Karl Clemens Hirschle Filho,15/11/2017

Não acredito que contratação de técnico faça jogador aprender ou não a jogar bola, na verdade o que existe é corporativismo, fazem suas panelas, ficam reféns, treinadores, diretores e o clube é quem paga. faço uma sugestão aos dirigentes, pensem um pouco, todo profissional, recebe de acordo com sus méritos ou produção, nada mais lógico que fazer o mesmo com os peladeiros de hoje, tidos como profissionais. Um bom exemplo seria, salário do clube digamos R$ 100.000.00 premio por produtividade, R$ 30.000.00 por vitórias em grandes jogos e R$ 15.000.00 em jogos de menor porte. empates R$ 15.000.00 nos grandes e R$7,500,00 no de menor porte, não esquecendo a clausula de de multa, e até mesmo rescisão por deficiência técnica. seria bem justo para ambas as partes. no mais, é chover no molhado, os clubes continuarão a ser reféns de tudo que é chilique desta cambada. que tenhamos uma melhor representação nas séries B e C que se disputaremos. bom feriado a todos.

Por Romulo,14/11/2017

Tem que colocar para fora Richely , Durval , Rogerio, Wesley e muitos outros que nada querem com o Sport.

Por Cristiano Neves,14/11/2017

ROBERTO SILVA - vc entende alguma coisa de futebol? Só pode ser ironia sua, afinal, o Sport só está onde está por causa do profexô! Infelizmente o Sport já era.

Por heraldo,14/11/2017

Tem aí o Martelote e Roberto Fernandes com experiencia em rebaixamento.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM