Jornal do Commercio
Queda

Mais da metade do elenco do Sport já foi rebaixado no passado

Ser rebaixado já não é novidade para mais da metade do elenco rubro-negro

Publicado em 14/11/2017, às 09h33

Dos 32 atletas do grupo, 17 já caíram de divisão pelo campeonato brasileiro / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Dos 32 atletas do grupo, 17 já caíram de divisão pelo campeonato brasileiro
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Vinícius Barros
vbarros102@gmail.com

Com quatro rodadas restantes para o fim do Campeonato Brasileiro, a situação do Sport na tabela é complicada. Na 17ª posição, a equipe está a três pontos do Vitória, primeiro fora da zona de rebaixamento, e trabalha com a meta de 44 pontos para se manter na Série A.

Mas, ser rebaixado já não é novidade para mais da metade do elenco rubro-negro. Dos 32 atletas, 17 (53%) já caíram de divisão no passado, seja por outros clubes ou até mesmo no Sport.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

No último descenso do clube, em 2012, Magrão e Rithely defendiam o rubro-negro. Em 2009, além do camisa 1, o zagueiro Durval fazia parte da equipe.



O destaque negativo vai para o volante Anselmo. Ele tem atuado em times rebaixados desde 2013, quando caiu pelo São Caetano da Série B para C. No ano seguinte, disputou dois jogos pela mesma equipe, rebaixada na época para 4ª divisão.

Em 2015, pelo Joinville, mais uma queda e, no ano passado, pelo Internacional, ambas da Série A para B.

No futebol italiano, ele ainda caiu pelo Palermo na temporada 2012/2013.

Quedas

Além de Anselmo, outros jogadores caíram mais de uma vez, como os atacantes Osvaldo, Rogério e Marquinhos. Eles experimentaram a queda em duas temporadas. Nos anos de 2006 e 2011, o camisa 10 foi rebaixado por Fortaleza e Ceará, respectivamente. Já Rogério caiu em 2013, pelo Náutico, e 2014, com o Botafogo. Marquinhos participou do elenco do Vitória no início de 2014, ano da última queda dos baianos, e em 2016, pelo Inter.

Magrão, à frente do Sport há 12 anos, também esteve em dois descensos: 2009 e 2012. Já Rithely, além de 2012, ainda sofreu uma queda pelo Goiás, em 2010.

*Na contagem, apenas as quatro divisões do campeonato brasileiro foram consideradas


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por sabino,15/11/2017

PRF foi o melhor tecnico que passou pelo Sport. Campanha de 2015 em 6o lugar, tendo o leao sido garfado varias vezes. Vitorias expressivas e convincentes. Nao esqueço o $X1 contra o CAM e 3X0 contra o INTER.

Por Sérgio Dias,14/11/2017

AGORA VAO O RESTO. VALEU ARNALDO BARROS, TERMINOU A "OBRA" DE MARTORELLI



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM