Jornal do Commercio
CONTINUIDADE

Executivo de futebol do Sport não tem permanência garantida para 2018

Alexandre Faria está sendo questionado no cargo e continuidade no clube é incerta

Publicado em 06/12/2017, às 19h17

Trabalho de Alexandre Faria está sendo avaliado pelo Sport / Foto: JC Imagem
Trabalho de Alexandre Faria está sendo avaliado pelo Sport
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Ao final da temporada 2017, o nome de Alexandre Faria já não é uma unanimidade no Sport. Diante do mau desempenho do time rubro-negro e de muitas contratações que não vingaram, a permanência do executivo de futebol leonino para 2018 ainda não está garantida. A expectativa é que o presidente do clube, Arnaldo Barros, conceda uma coletiva nos próximos dias para apresentar o balanço do ano, planejamento para o seu segundo ano de gestão e possíveis mudanças.

Questionado sobre uma possível saída do atual profissional remunerado, Gustavo Dubeux, que nesta quarta-feira entregou o cargo de vice-presidente de futebol, preferiu se esquivar da pergunta, mas afirmou que o diretor executivo precisa se capacitar em algumas coisas. "Se ele fica ou não é uma deliberação que cabe ao novo vice-presidente. Alexandre (Faria), como todos nós tiveram erros e acertos. Tem de pesar se teve mais erros ou acertos. Acho que todo profissional precisa fazer um coaching para melhorar. Dei uns toques a ele em que ele poderia melhorar. Ele é um profissional sério, trabalhador, mas a continuidade dele vai depender do novo vice de futebol", declarou Dubeux.



TRAJETÓRIA

Alexandre Faria acertou com o Sport em dezembro de 2016 e, antes de acertar com o clube da Praça da Bandeira, estava trabalhando no Paysandu. O executivo de futebol ainda coleciona uma passagem pelo Náutico, onde ficou somente no primeiro semestre do ano passado, sendo demitido antes do início da Série B.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM