Jornal do Commercio
DESEMPENHO

Analistas do Sport apresentaram lista com mais de 50 nomes de reforços

Thiago Duarte e Thiago Alves ajudam na prospecção de novas contratações do clube rubro-negro

Publicado em 07/12/2017, às 07h08

Thiago Duarte (D) é um dos analistas de desempenho do Sport / Foto: Williams Aguiar/ Sport
Thiago Duarte (D) é um dos analistas de desempenho do Sport
Foto: Williams Aguiar/ Sport
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

O departamento de análise de desempenho de um clube vai muito além do que a avaliação da performance dos jogadores ou do estudo prévio dos adversários. Nesse período do ano, os analistas são fundamentais para otimizar o trabalho de prospecção de atletas que podem reforçar a equipe na próxima temporada. No Sport, essa função está sob a responsabilidade de Thiago Duarte e Thiago Alves.

"Os Thiagos", como a dupla é chamada dentro do clube, já apresentou à diretoria rubro-negra uma lista com mais de 50 nomes de jogadores de diversas posições que podem reforçar o Leão em 2018. "Nosso trabalho é passar informações qualitativas em termos de comportamento técnico e tático dos jogadores. Analisamos ao longo do ano vários campeonatos de nível nacional e fazemos os nossos apontamentos. Também há as indicações externas de alguns atletas para observarmos e outras internas (de diretor ou comissão-técnica). Em cima disso, vamos construindo o nosso banco de dados pessoal e da instituição", explicou Duarte.



Contudo, esse exercício não se limita a possibilidades de contratação. Os analistas de desempenho também opinam, quando solicitados, sobre os atletas que têm condições se seguirem no clube. "Nós colocamos o posicionamento do analista tático. Analisamos mais o contexto do que pontualmente algumas atuações. Esse ano o Sport jogou 81 partidas. É preciso ter cuidado na hora de analisar porque uma temporada como essa, uma verdadeira maratona, os atletas vão passar por altos e baixos o tempo todo. Temos de evitar as percepções iniciais, pois sempre são negativas. É preciso olhar o todo", comentou Thiago Duarte.

ENTROSAMENTO

O que facilita bastante o trabalho dos analistas é quando já existe um entrosamento com o treinador. "Como avaliamos muito o comportamento do atleta em campo é importante conhecer bem o treinador, saber como ele gosta de montar o time, como gosta de jogar. É mais fácil pra gente indicar determinado jogador... Como aconteceu com o Daniel Paulista, no início do ano. Sabíamos como ele trabalhava", contou Thiago Alves.


Recomendados para você


Comentários

Por Mauricio Aragão,07/12/2017

Espero que vejam jovens atletas dos clubes do NE. Esqueçam os refugos do sudeste/sul, são caros, rodados e cheios de manias (com raras exceções). E, principalmente, a base do próprio Sport. No planejamento estratégico: ganhar se possivel o pernambucano, fazer boa campanha na Copa do Brasil, e, ter uma estada mais tranquila no brasileiro. Pelo Sport tudo !



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Julgamento de Lula Julgamento de Lula
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou, no histórico 24 de janeiro de 2018, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão
Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM