Jornal do Commercio
Pernambucano

Com um a menos, Sport arranca empate contra o Central em Caruaru

Em jogo apático, o Sport conseguiu um empate na bola parada com Marlone

Publicado em 03/02/2018, às 18h24

Com o empate, a Patativa fica na terceira posição do Estadual, enquanto o Sport ocupa a liderança com oito pontos / Foto: Williams Aguiar/Sport Recife
Com o empate, a Patativa fica na terceira posição do Estadual, enquanto o Sport ocupa a liderança com oito pontos
Foto: Williams Aguiar/Sport Recife
Vinícius Barros
vbarros102@gmail.com

Central e Sport ficaram só no empate neste sábado no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, pela 5ª rodada do Campeonato Pernambucano. A Patativa abriu o placar logo no começo de um primeiro tempo marcado por entradas violentas dos dois times. Mas em um lampejo de qualidade do Sport, Marlone deixou tudo igual aos 31 minutos da segunda etapa quando o rubro-negro jogava com um a menos depois da expulsão do zagueiro Henríquez.

Com o empate, a Patativa fica na terceira posição do Estadual com sete pontos, enquanto o Sport ocupa temporariamente a liderança com oito pontos ganhos. Os rubro-negros viram a chave nesta semana e voltam os olhares para a Copa do Brasil, já que encaram o Santos-AP na próxima quarta-feira, em Macapá. No mesmo dia, os alvinegros visitam o América no estádio Ademir Cunha pela 6ª rodada do Pernambucano.

Jogo

Logo no primeiro tempo, o equilíbrio e a pegada foram destaques na partida entre Sport e Central. Após levar perigo aos quatro minutos com André em chute para fora, o Leão foi surpreendido aos nove. Em cruzamento do lado direito do campo, o atacante Leandro Costa subiu mais alto que o volante Fabrício para deixar a Patativa na frente e abrir o placar para os donos da casa. Após o gol, as duas equipes mantiveram o ritmo, com tentativas de ambos os lados, com Douglas Carioca arriscando para o alvinegro e André para o rubro-negro. Em seguida, jogadas mais ríspidas tomaram conta das ações, com entradas fortes dos dois lados, o que motivou o árbitro Sebastião Rufino Filho a mostrar quatro cartões amarelos só na primeira etapa. Aos 34 minutos, uma confusão entre Rithely e os jogadores do Central só aumentou o clima quente da partida. Nos minutos antes do intervalo, o Sport tentou com Leandro Pereira, promovido para a vaga de Thallyson, mas sem sucesso. Com os lances violentos quem levou a pior foi o meia Júnior Lemos, que sentiu após entrada forte de Anselmo e ser substituído por Mateus Issa.

Na segunda etapa, o técnico Nelsinho Baptista voltou com o meia Marlone no lugar de Neto Moura, enquanto Mauro Fernandes não fez mudanças no intervalo. A situação rubro-negra ficou pior com a expulsão de Henríquez aos 13 minutos do segundo tempo. Para ajustar o sistema defensivo, Baptista colocou o zagueiro Ronaldo Alves na vaga do meia Gabriel. Com um homem a menos, a criação rubro-negra foi comprometida e o Central aproveitou os espaços para levar perigo. Quem foi atuante no ataque da equipe caruaruense foi Leandro Costa, com chutes perigosos dentro e fora da área, que assustaram o goleiro Magrão. O Sport, com pouca movimentação e sem jogadas de destaque encontrou o gol na bola parada. Após falta sofrida na ala esquerda, o meia Marlone bateu no ângulo do arqueiro Murilo e deixou tudo igual no Lacerdão.



FICHA DA PARTIDA - CENTRAL 1 x 1 SPORT

Sport: Magrão; Fabrício, Henríquez, Léo Ortiz e Capa; Anselmo, Rithely e Thallyson (Leandro Pereira); Neto Moura (Marlone), Gabriel (Ronaldo Alves) e André. Técnico: Nelsinho Baptista

Central: Murilo; Dudu Gago, Danilo Quipapá, Vitão e Charles; Douglas Carioca, Graxa (Lucas Silva), Eduardo Erê e Júnior Lemos (Mateus Issa), Luizão (Al Sarori) e Leandro Costa. Técnico: Mauro Fernandes

Campeonato Pernambucano (5ª rodada). Local: estádio Luiz Lacerda, em Caruaru (PE). Árbitro: Sebastião Rufino Filho. Assistentes: Cleberson Nascimento e Ricardo Chianca. Gols: Leandro Costa, aos 9 minutos do primeiro tempo e Marlone aos 31 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Rithely (S), Henríquez (S), André (S), Dudu Gago (C) Danilo Quipapá (C), Eduardo Erê (C), Mateus Issa (C). Cartão Vermelho: Henríquez (S). Público: 3.601. Renda: R$ 116.680,00


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Julgamento de Lula Julgamento de Lula
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou, no histórico 24 de janeiro de 2018, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão
Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM