Jornal do Commercio
pernambucano

Clássico entre Sport e Santa Cruz terá esquema de segurança reforçado

Esquema de segurança contará com 845 policiais atuando dentro e fora da Ilha do Retiro. O número é 120% maior do que o efetivo que atuou na semana passada, também na Ilha do Retiro

Publicado em 13/03/2018, às 14h21

Sport e Santa Cruz voltam a se enfrentar na Ilha do Retiro após confusão da semana passada / Diego Nigro/JC Imagem
Sport e Santa Cruz voltam a se enfrentar na Ilha do Retiro após confusão da semana passada
Diego Nigro/JC Imagem
JC Online

A segurança será reforçada para o Clássico das Multidões entre Sport e Santa Cruz na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro. Os órgãos responsáveis pela operação se reuniram na manhã desta terça para definir o esquema de segurança da partida válida pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. No total, 845 policiais vão trabalhar no duelo, sendo 610 atuando na parte externa e 235 na área interna do estádio.

Comparando com os números do jogo da semana passada, o efetivo aumentou em 120%. Isso porque no clássico da última rodada da primeira fase do Estadual, apenas 386 policiais trabalharam no jogo. Na ocasião, a partida ficou marcada por uma confusão na torcida do Santa Cruz, com muito corre-corre e empurra-empurra.

JUSTIFICATIVA

O coronel João Bosco, diretor integrado especializado da Polícia Militar, garantiu que o elevado número de policiais não tem nada a ver com o tumulto da semana passada. "A operação será realizada de acordo o padrão do jogo, que é uma decisão e exige mais atenção. Não aumentamos o número de policiais por conta do incidente. Aquele foi o fato isolado, lamentamos e vamos trabalhar da melhor forma possível para que não volte a ocorrer", observou o coronel. 



Sport e Santa Cruz voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro, pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano, às 21h45.

Os rivais se enfrentam justamente uma semana depois da confusão que aconteceu no estádio. Na ocasião, um torcedor tricolor acendeu um sinalizador e chamou a atenção dos policiais de plantão no estádio. A PM se dirigiu imediatamente para a arquibancada e retirou o torcedor. Nesse momento, pessoas foram esmagadas por conta do tumulto. O gramado foi tomado por dezenas de torcedores feridos. Entre os casos mais graves esteve um homem que sofreu fratura exposta e outro torcedor que teve convulsão.

 


Recomendados para você


Comentários

Por josias,13/03/2018

A questão não é ter 400, 800 ou 1.200 policiais e sim trabalharem com respeito a torcida, não humilhando, tratando como animais num curral, agredindo física e psicologicamente. Mais parece-me pelas avaliações após a tragedia que vitimou 60 pessoas, tudo está perfeito, o campo da ilha da fantasia é verdadeira arena, a PM é nota 10 e a federação pernambucana de futebol do perpetuo presidente, só quer saber da querida globo e seu dindim e o ministério público calado.

Por paranampucá,13/03/2018

Espero que esse aumento do efetivo policial seja realmente para garantir a paz aos torcedores em geral. Espero que não haja discriminação com a torcida do "Mais Querido de Pernambuco" que não haja truculência por partes de alguns perigosos e truculentos policiais cuja intenção e amedrontar a torcida do Santa Cruz. Se o dito sinalizador estivesse na torcida do sport a história era outra e não haveria truculência da policia.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM