Jornal do Commercio
Brasileirão

Com gol relâmpago e falhas defensivas, Sport perde por 3x0 em estreia

O Sport sofreu um gol no primeiro minuto, e cedeu outros dois ainda na etapa inicial, na derrota para o América-MG

Publicado em 15/04/2018, às 12h34

O Sport foi derrotado por 3x0 para o América-MG / Foto: América-MG/ divulgação
O Sport foi derrotado por 3x0 para o América-MG
Foto: América-MG/ divulgação
Thiago Vieira
Blog do Torcedor

O Sport foi até Belo Horizonte para enfrentar o América-MG na estreia pelo Campeonato Brasileiro Série A. O Leão, no entanto, foi surpreendido com um gol na primeira jogada do oponente, aos 44 segundos da primeira etapa, marcado por Serginho. Sem forças para reagir, o Rubro-negro falhou outras duas vezes, gerando o gol de Carlinhos e outro tento de Serginho, tudo na etapa inicial. No segundo tempo, os pernambucanos até melhoraram, mas não conseguiram mudar o placar. O próximo desafio é diante do Botafogo, no dia 23, na Ilha do Retiro. Já a equipe mineira visita o Flamengo, sábado (21), no Maracanã.

Gol relâmpago e baile do América

Não demorou muito tempo para a ansiedade com a estreia do Sport na Série A deste ano dar lugar à preocupação. Logo no primeiro lance, o América-MG conseguiu subir pelo lado esquerdo e descolar o cruzamento. Após troca de passes de cabeça, a bola sobrou para Serginho, na pequena área, disputar com Agenor e levar a melhor. Aos 44 segundos de jogo, o Coelho abria o placar na Arena Independência.

O Leão tentou continuar com a sua proposta de jogo. Mas não conseguia. Nos poucos momentos de lucidez do time, perto dos vinte minutos, o time conseguia trocar passes e girar a bola. Mas sempre parava quando tentava verticalizar as jogadas, não conseguindo infiltrar ante a marcação. Tanto que a melhor chance rubro-negra veio de um chute de fora da área. Fellipe Bastos recebeu na intermediária e arriscou. A bola passou com perigo no lado esquerdo do goleiro Jory, aos 22 minutos.

Embora já estivesse visível a dificuldade do Sport na partida, e o América se mostrasse mais organizado e consciente, a partida era de poucas chances para os dois lados. Mas isso mudou próximo ao fim da etapa inicial. Aos 37 minutos, em nova jogada pelo lado direito defensivo do Leão, uma jogada que parecia controlada resultou no segundo gol do Coelho. Serginho cruzou, a bola ia na mão do goleiro Agenor, mas ele se atrapalhou com Léo Ortiz e deixou escapar. Carlinhos aproveitou e ampliou.

Sentindo o bom momento, o América aproveitou as chances que teve. Em novo vacilo da defesa do Sport, Serginho se antecipou e arrancou livre até a área do Sport. Sem marcação, ele chutou forte para ampliar, aos 40 da etapa inicial.

Sport volta melhor, mas não consegue reagir

O Sport voltou com outra postura no segundo tempo. O técnico Nelsinho Baptista percebeu que o lado direito do Leão estava fragilizado, e optou por mexer o time no intervalo. O lateral-esquerdo Sander entrou para a saída de Claudio Winck, trazendo assim Raul Prata, lateral-direito de ofício, para a sua posição. O meia Gabriel também foi acionado, no lugar de Ferreira. As mudanças pareceram ter efeito. 



O Rubro-negro teve um início de bastante intensidade, e praticamente não deixou o adversário jogar. A melhor chance veio logo aos 3, quando Marlone chutou da entrada da área para a boa defesa de Jory. No rebote, Anselmo deu o passe para Andrigo, que chutou da pequena área para a nova defesa do goleiro do América. 

O Sport continou tentando pressionar, e apostava na velocidade. O meia Gabriel dava mais intensidade ao ataque Rubro-negro, e chegou a puxar um contra-ataque que só não foi bem sucedido porque Messias se recuperou e travou o chute de Andrigo. Depois, os donos da casa conseguiram se organizar melhor. A partir dos 20 minutos, começaram a responder com contra-ataques que incomodavam o Leão. 

Ao decorrer da partida, o ritmo baixou, dos dois lados. Melhor para o América, que segurou o resultado e pior para o Sport, que terá que tentar se recuperar na próxima rodada.

FICHA DO JOGO: AMÉRICA-MG X SPORT

América-MG: Jory; Norberto, Messias, Rafael Lima e Carlinhos; Christian Sávio (Zé Ricardo), Juninho e Serginho (Wesley); Aylon, Rafael Moura e Luan (Gérson Magrão). Técnico: Enderson Moreira.

Sport: Agenor; Cláudio Winck (Sander), Ernando, Léo Ortiz e Raul Prata; Anselmo, Ferreira (Gabriel) e Fellipe Bastos (Everton Felipe); Marlone, Andrigo e Hygor. Técnico: Nelsinho Baptista.

Campeonato Brasileiro (1ª rodada). Local: Estádio Independência, Belo Horizonte, MG. Arbitragem: Savio Pereira Sampaio - DF (CBF). Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (CBF) e Ciro Chaban Junqueira (CBF), ambos do DF. Gols: Serginho (A), aos 44 segundos e aos 40 do 1T e Carlinhos, aos 37 do 1T. Amarelos: Claudio Winck (S), Marlone (S), Raul Prata (S). Público: 8.662. Renda: R$ 36.293,00.


Recomendados para você


Comentários

Por Carlos Marinho,15/04/2018

O problema é que este Diretor ainda vem dizer que o Sport vai entre os 10 primeiros colocados com esse time ai ele vai passar o campeonato inteiro segurando a Lanterna, esse Filipe Bastos pode ter jogado bola a muito tempo ele hoje não joga nada, talvez arremesso..

Por MENDES,15/04/2018

Felipe bastos,Ernando,ferreira,Hygor que porcaria são essas putz! muita incompetência desta dIretoria burra.tanto jogador bom disputando a copa do nordeste e série B contrata este pernas de pau.

Por José Carlos de Barros Lima ,15/04/2018

Quando será, ou não será, que esse Conselho Deliberativo do Sport, vai impor a renúncia dessa Diretoria incompetente? O Sport e sua valorosa torcida exigem essa atitude.

Por Luiz Jose da Silva Jose,15/04/2018

Isso é time de 1ª divisão? Tá longe.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM