Jornal do Commercio
Mercado

Construtoras preparam lançamentos em vários bairros

Há novidades para Candeias, Boa Viagem e Casa Forte

Publicado em 26/05/2011, às 00h44

Viviane Barros Lima

A construção civil está vivendo hoje uma espécie de stand by (numa tradução bem livre, algo como compasso de espera). As construtoras esperam a aprovação das prefeituras, a burocracia dos cartórios para registrar o memorial de incorporação e agora a avaliação de engenharia da Caixa Econômica Federal para lançar empreendimentos. Poucas têm sorte e estão conseguindo manter o cronograma programado, a maioria sofre com essa série de entraves. De qualquer forma, os consumidores podem esperar vários lançamentos para o próximos meses.

A Barbosa&Pinto vai investir em Casa Forte, no Edifício Rio Reno. O prédio já está em construção, mas ainda não pode ser comercializado porque o memorial de incorporação não foi liberado. O Ministério Público só libera a comercialização dos empreendimentos com o documento, que serve como um seguro para os consumidores. Ele permite que o prédio seja entregue e que o apartamento seja registrado no nome do comprador. “O Rio Reno vai ser formado por apartamentos do tipo studio com 42 metros quadrados. Ainda não temos a tabela de preços”, informa o diretor da construtora Paulo Barbosa.

Nos próximos 30 dias, a Hábil Engenharia deve fazer o lançamento do Rosarinho Residence. São apartamentos com dois quartos, uma suíte, 60 metros quadrados e preços custando a partir de R$ 200 mil. O compasso de espera também é determinado pela falta do memorial de incorporação. Outra aposta da empresa vai ser em um residencial com 204 unidades bem próximo da Estação de Metrô Antônio Falcão. A área, por sinal, já teve uma grande valorização por causa dos lançamentos feitos pela Cyrela Andrade Mendonça (Vita Residence e Le Parc). “Vamos lançar três torres com apartamentos de 65 metros quadrados. São três quartos, sendo uma suíte. O preço vai começar em R$ 250 mil e o lançamento será feito nos próximos 90 dias”, explica o diretor da empresa Fernando Cabral.

A Queiroz Galvão está fazendo todos os lançamentos dentro do período planejado, segundo a superintendente Comercial e de Marketing, Carol Boxwell. Os planos da empresa para os próximos meses incluem Boa Viagem e Candeias. Um dos lançamentos vai ser feito na Avenida Boa Viagem, nº 5.888, logo após o Parque Dona Lindu. São 22 pavimentos tipo com um apartamento por andar. Há unidades com 182 ou 274 metros quadrados. Dependendo do tamanho são três ou quatro suítes.

Em Candeias, são dois empreendimentos. O primeiro vai ser erguido na Avenida Bernardo Vieira de Melo. Será uma torre com 25 pavimentos sendo seis apartamentos por andar. As unidades medirão 60 metros quadrados (dois quartos, sendo uma suíte). O outro empreendimento ficará na Rua Castelo Branco e será formado por duas torres. São 21 pavimentos também com seis apartamentos em cada. As unidades seguirão o mesmo modelo do edifício anterior.

A construtora ainda vai erguer um empresarial na Zona Norte com salas de 30 metros quadrados voltadas sobretudo para profissionais liberais como advogados e médicos. “Estamos mantendo o nosso cronograma para o ano e somos uma empresa que investe em várias frentes como residenciais urbanos, edifícios comerciais e empreendimentos de praia”, enumera Boxwell.

A Duarte Construções reserva várias surpresas para este ano dentro do programa federal Minha casa, minha vida. A construtora ainda não pode divulgar os empreendimentos, mas garante que os consumidores podem esperar por lançamentos em vários bairros. “Vamos investir muito no programa”, explica o diretor imobiliário da empresa Luiz Byron. Além disso, há o plano de construir outro residencial no bairro da Boa Vista com apartamentos de três quartos, sendo uma suíte.

Para saber das novidades, vale visitar os sites das construtoras que sempre trazem detalhes dos seus lançamentos e pré-lançamentos. Outra maneira é ficar atento ao nosso caderno, tanto na versão impressa quanto na versão online, no endereço: jconline.ne10.uol.com.br/canal/imoveis. Siga-nos no twitter: @jc_imoveis.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM