Jornal do Commercio
Tempo

Chegada do inverno exige cuidados especiais com a casa

Maior umidade e chuvas mais fortes podem provocar infiltrações e umidade na estrutura

Publicado em 10/07/2015, às 07h13

Do caderno e Imóveis

A sua casa também sente os efeitos do frio e da umidade. Problemas como paredes mofadas e bolhas na pintura são consequências típicas dos períodos chuvosos que não poupam quase nenhuma residência. Diante disso, é melhor se preparar para evitar transtornos.

“O maior problema nesses casos é a questão da umidade e da infiltração”, pontua o o gerente de Trade Marketing da Ferreira Costa, Alexandre Fernandes. Para prevenir ou amenizar esses efeitos, algumas dicas básicas podem ajudar a evitar dores de cabeça futuras. 

Uma das visitas mais desagradáveis nesses períodos mais frios é o mofo, consequência do excesso de água no chão e paredes. Além dos prejuízos ao imóvel, ele pode trazer também problemas de saúde, como crises de alergia ou até uma infecção mais grave, como a pneumonite. 

Assim, é imprescindível que produtos impermeabilizantes sejam utilizados desde o alicerce. “Esses problemas ocorrem não só em períodos chuvosos, mas também podem acontecer ao longo do ano, em decorrência do uso de produtos incorretos ainda durante a construção. Fachadas mal estruturadas e telhas quebradas que deixam a água cair, por exemplo, também causam esse tipo de transtorno”, explica Alexandre Fernandes. 

De acordo com especialistas, a impermeabilização prevista ainda no início custa apenas cerca de 3% do valor da obra. Além disso, ela agrega valor ao imóvel, aumenta a sua durabilidade, evita gastos frequentes com reparos e previne males à saúde. 

No entanto, se esse problema já é real, há meios de amenizar e solucionar as consequências da umidade. Se sua casa já vem apresentando vazamentos na laje, surgimento de mofo, cheiro forte e pintura ou reboco soltos, a solução é ser direto. “Existem vários produtos que podem ajudar, porém, em casos mais graves, quando é algo mais adiantado, o ideal é procurar um especialista que vai detectar qual a natureza do problema e indicar a solução adequada a partir da causa e do tipo de superfície”, afirma o gerente de Trade Marketing da Ferreira Costa. 

Ainda segundo ele, as manchas na base da parede ascendem, provavelmente, da água presente no solo. “Essa umidade não é oriunda apenas da chuva. Ela pode vir de baixo para cima, de uma preparação inadequada do solo e da fundação”. Por isso, ao comprar um terreno para construir, converse com os vizinhos sobre possíveis excessos de umidade e se informe sobre a profundidade do lençol freático no local. Essa dica é importante também para a compra de apartamentos na planta. Muitas vezes, o transtorno pode ocorrer graças à água que se acumula em tetos e paredes. Por isso, observe se há calhas ou telhas quebradas.

Além disso, o caimento das lajes de cobertura precisa direcionar a água aos ralos a fim de evitar empoçamento. Quando a chuva der uma trégua, abra as janelas da casa e deixe o ar e o sol circular ao menos duas vezes por semana. Isso equilibra a qualidade do ar, evitando também mofos, bolhas e manchas.

Proteção simples e barata para o inverno

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM