Jornal do Commercio
Carnaval 2018

Carnaval do Recife tem público recorde em 2018

Mais de 1,6 milhão de pessoas foram às ruas da capital pernambucana

Publicado em 14/02/2018, às 14h57

O maior público já
registrado no Carnaval do Recife.  / Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
O maior público já registrado no Carnaval do Recife.
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
JC Online

Recife fez o maior Carnaval de rua da história. Foram mais de 1,6 milhão de pessoas, recifenses, pernambucanos e visitantes do Brasil e do mundo, nas ruas do Recife. O número soma 300 mil pessoas a mais do que o ano passado e o maior público já
registrado no Carnaval do Recife. 

O ciclo carnavalesco foi iniciado no último dia 9 de janeiro e só acabou na manhã desta quarta-feira (14), com o tradicional Arrastão do Frevo, cortejo de 150 músicos comandado pelo maestro Spok, que recebe a Quarta-feira de Cinzas ao som dos clarins de momo, no Marco Zero.



Aprovação

Em pesquisa encomendada pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife ao Centro Integrado de Pesquisas e Comunicação (Cipec), a festa foi considerada ótima ou boa por 94,7% dos visitantes. Dos entrevistados, 97,5% pretendem voltar para brincar Carnaval no Recife e 98,8% recomendam a festa, que teve entre seus pontos positivos citados pelos visitantes a decoração (32,5%), programação dos shows gratuitos (25,8%), blocos de rua (31,6%) animação da cidade (45,5%), cultura locais (47,7%).


Recomendados para você


Comentários

Por Edwin,15/02/2018

Não precisa de pesquisa.realmente o maior público registrado foi na segunda -feira .brinquei os três dias no marco zero e recife antigo.no domingo e terça foi normal e tranquilo.a segurança estava boa. lixo foi controlado pelos catadores de latinha que tinham muitos.a decoração realmente estava fraca.a mobilidade urbana horrívrel.poucos ônibus,e como sempre taxistas negando corrida para lugar perto.proibiram a circulação de uber que prejudicou muito o transporte do público.a decoração do galo horrível.espero que para o ano que vem a prefeitura reveja a questão do transporte coletivo e faça uma decoração melhor.pois desta gestão de geraldin risadinha julio.não se espera muitas coisas.como o povo deu mais um mandato a ele.vamos ver como fica.

Por LYRA,15/02/2018

A se esse povo tivesse vergonha na cara e essa quantidade de gente ao invés de brincarem o carnaval, resolvessem se juntarem para protestar e tirar a força os principais BANDIDOS dessa grande quadrilha que é a podre politica nacional, tais como: Temer, Jucá, Renan, Rodrigo Maia, Aécio, Pezão, todos os ministros do chefe de quadrilha Temer, Collor, Paulo Câmara, Geraldo Julio, Bezerra Coelho.

Por Jose ,14/02/2018

Pelo amor de Deus. Pelo amor de Deus. Será que merece credibilidade uma pesquisa mandada fazer pela Secretaria de Turismo do Estado? Por que o jornalismo abre o titulo da matéria com essa informação ufanista e só depois explica que quem afirma esses numeros é o governo do Estado? Chega de a população ser enganada pelos governantes e por notícias apologéticas! Quem é esse Centro Integrado de Pesquisa e Comunicação ? Como essa Pesquisa foi contratada? Sinceramente JC. Isto é ufanismo que só reforça a incompetencia dos governantes. Cadê a critica? Cadê as informações sobre esse Instituto? Sobre a credibilidade do mesmo?

Por Antonio Teles,14/02/2018

Jamais vi decoração tão pobre e tão distante do que é o carnaval do Recife. Não fosse a boa programação, o calor do folião pernambucano, que anima e contagia aqueles que chegam, seria um fracasso. A da ano a PCR se preocupa menos com o embelazamento da cidade.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM