Jornal do Commercio
londres 2012 londres 2012
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Olimpíadas 2012

Marina Silva causa mal estar entre ministros em Londres

Ex-ministra carregou a bandeira com os anéis olímpicos juntamente com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o maestro argentino Daniel Barenboim e prêmios Nobel

Publicado em 28/07/2012, às 09h21

Da Agencia Estado

 / Foto:JEWEL SAMAD / AFP

Foto:JEWEL SAMAD / AFP

LONDRES - A presença da ex-ministra Marina Silva na cerimônia de abertura da Olimpíada de Londres causou mal estar entre os ministros do governo de Dilma Rousseff. A participação pegou a todos de surpresa.

Marina entrou carregando a bandeira com os anéis olímpicos juntamente com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o maestro argentino Daniel Barenboim e prêmios Nobel. O convite partiu do Comitê Olímpico Internacional, sem o conhecimento do governo brasileiro, e foi mantido em sigilo. A ex-ministra é reconhecida internacionalmente por seu trabalho de defesa do meio ambiente.

A situação cria constrangimento porque Marina não tem boas relações com Dilma Rousseff e acabou encobrindo a presença da presidente do próximo país-sede da Olimpíada na cerimônia de abertura de Londres, nesta sexta (27). "Marina sempre teve boa relação com as casas reais da Europa e com a aristocracia europeia", disparou o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, adversário político de Marina na polêmica do Código Florestal. "Não podemos determinar quem as casas reais escolhem, fazer o quê?"

O presidente da Câmara, Marco Maia, disse que a primeira reação foi de surpresa. Para ele, o COI deveria ter feito um melhor trabalho de comunicação com o governo brasileiro. "É óbvio que seria mais adequado por parte do COI e da organização do evento que houvesse um diálogo de forma mais concreta com o governo brasileiro para a escolha das pessoas", disse, sem deixar de reconhecer a importância do trabalho ambiental de Marina.

Para outro membro da delegação, que pediu para não ser identificado, o que o COI fez foi o equivalente a convidar um membro da oposição britânica para um evento no Brasil que tenha o governo de Londres como convidado especial.

Ao Grupo Estado, Marina explicou que só recebeu o convite na ultima terça-feira, dia 24. Sobre Dilma, insistiu em não criar polêmica, dizendo que "sentia orgulho" em ver a primeira presidente mulher do país na arquibancada do estádio olímpico.

Ontem, Dilma foi mostrada pelas câmeras oficiais por menos de cinco segundos, enquanto a entrada de Marina foi amplamente comentada, como representante da luta ambiental no mundo. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, só ficou sabendo da presença de Marina já no Estádio Olímpico. "Foi surpresa", disse o ministro da Ciência, Marco Antonio Raupp.

Os governos do Brasil e o Reino Unido vêm mantendo relação estreita e diversas iniciativas de cooperação para a preparação dos Jogos. Mesmo assim, o relacionamento não impediu a situação de saia justa para a comitiva de Dilma em Londres.

imprima
envie para um amigo
reportar erro

Comentários

Por Rosângela Medeiros,29/07/2012

ELLES queriam que o COI pedisse AUTORIZAÇÃO para CONVIDADE A MARINA SILVA?! Só faltava isto.ESTES PREPOTENTES, MEGALOMANIACOS, AUTORITÁRIOS que só pensam no PODER e não no BRASIL. PARABÉNS MARINA SILVA, sinto orgulho da sua humildade, e penso que a SURPRESA foi mesmo o melhor que poderia acontecer. Estão se descabelando.Valeu COI, mostrou que é AUTONÔMO, que nas OLIMPIADAS prevale a UNIÃO DE TODOS OS POVOS e não o AUTORITARISMO de uns poucos.

Por Marcio Rodrigo Barbosa,28/07/2012

Só era o que faltava... O COI agora ter que comunicar ao Governo do Brasil sobre quem deveria convidar pra sua festa. A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva foi apenas mais uma convidada, assim como foi a Presidente Dilma e o Ministro Rebelo. Daqui a pouco vão dizer que não deveriam participar dos jogos os atletas sírios devido o problema que seu país enfrenta; ou o Paquistão, por ter mantido dentro de suas fronteiras o terrorista Bin Laden por mais de 10 anos, por exemplo. Dá licença, isso nada mais é do que falta de humildade e presença de arrogância, prepotência, egoísmo vaidade dos políticos brasileiros.

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Fotos do dia

Último debate presidencial do segundo turno
Foto: Christophe Simon/AFP

> JC Imagem

Último debate presidencial do segundo turnoCandidata Dilma Roussef (PT)Candidato Aécio Neves (PSDB)Último debate presidencial do segundo turnoÚltimo debate presidencial do segundo turno

Especiais JC

Cobertura das eleições 2014 Cobertura das eleições 2014
Confira a cobertura completa das eleições 2014
Periferia travada Periferia travada
Especial mostra as dificuldades que pessoas que moram no subúrbio do Grande Recife têm para deslocar na periferia
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM