Jornal do Commercio
Incêndio em boate

Maioria das vítimas morreu por asfixia na tragédia de Santa Maria

No ginásio anexo ao que as vitimas estão sendo identificadas, uma pilha de caixões espera pelos corpos

Publicado em 27/01/2013, às 16h13

Da Agência Estado

A maior parte das vítimas fatais do incêndio ocorrido nesta madrugada em uma boate em Santa Maria (RS) não está queimada, está apenas suja, coberta de fuligem, confirmando a informação dos bombeiros de que a maioria morreu por asfixia.

Há muitos familiares no ginásio do Centro Desportivo Municipal de Santa Maria, alguns passando mal, e há um ginásio em que os bombeiros estão fazendo o atendimento.

A todo momento um funcionário do Instituto Geral de Perícias vai para o local onde se reúnem os familiares e dita uma lista de nomes. As pessoas se amontoam em torno dele para ouvir os nomes que estão nas certidões de óbito para liberarem os corpos.

No ginásio anexo ao que as vitimas estão sendo identificadas, uma pilha de caixões espera pelos corpos. A cada instante mais um corpo é trazido.

A policia fez um corredor para a transferência dos corpos identificados para serem preparados para o enterro. Muitos estão aguardando pelas certidões de óbito expedidas na hora. Voluntários, policiais e soldados do Exército a todo momento transportam caixões vazios para um lado e voltam com eles cheios para o outro.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM