Jornal do Commercio
brasil

Chuva fecha Aeroporto Santos Dumont, no Rio

O aeroporto só foi reaberto também para pousos às 19h

Publicado em 01/07/2013, às 22h32

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro -  A chuva forte que atingiu a região metropolitana do Rio no início da noite fechou o Aeroporto Santos Dumont, na região central da cidade, para operações de pousos e decolagens. O aeroporto fechou às 18h30 e reabriu 8 minutos depois, somente para operações de decolagens. O aeroporto só foi reaberto também para pousos às 19h. Nesse período, um voo vindo de Campinas (SP) foi desviado para o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão – Antonio Carlos Jobim. No momento, o Santos Dumont opera com auxilio de instrumentos.

A chuva diminuiu de intensidade no município do Rio, mas a cidade permanece em estágio de atenção desde as 17h30, pela chegada de uma frente fria, que pode provocar pancadas de chuva forte nas próximas 24h. O estágio de atenção é o segundo em uma escala de quatro. Os demais três estágios são de vigilância (primeiro nível), de alerta (terceiro nível) e de alerta máximo (quarto nível).

De acordo com o Sistema de Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) os rios Pavuna, em São João de Meriti, e Quitandinha, em Petrópolis, região serrana, permanecem em estágio de alerta máximo, podendo transbordar nas próximas horas.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM