Jornal do Commercio
Prova

Inep pede para a PF investigar divulgação de gabarito falso de prova do Enem

Em nota, o Inep relatou que a divulgação do gabarito falso é mais uma tentativa de ?gerar um clima de insegurança"

Publicado em 23/10/2013, às 21h25

Da Agência Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pediu para a Polícia Federal (PF) investigar a divulgação de um gabarito falso do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 divulgado na noite da última terça-feira (22) na internet.

Em nota, o Inep relatou que a divulgação do gabarito falso é mais uma tentativa de “gerar um clima de insegurança, como ocorreu em outras oportunidades”, durante o período de realização do Enem.

“O sigilo do gabarito está totalmente preservado e só será divulgado após a realização do exame, conforme prevê o edital. O caso foi encaminhado à Polícia Federal para averiguação, podendo o responsável ser enquadrado no Artigo 311 A do Código Penal", diz a nota do Inep. 

O Enem teve casos de vazamento de questões em 2009 e em 2011. Este ano, o Ministério da Educação tomou uma série de providências para garantir a segurança das provas. Segundo a pasta, elas estão armazenadas em galpões do Exército, com proteção especial. São cerca de 63 mil malotes fechados com cadeado eletrônico e GPS. Os lacres registram o horário do fechamento do malote na gráfica e o horário da abertura no local de aplicação da prova.

O Enem socorrerá no sábado (26) e domingo (27). Mais de 7,1 milhões de candidatos estão inscritos. Eles farão a prova em 1.161 municípios. Os gabaritos, após a realização das provas objetivas, serão divulgados na página do Inep, no endereço eletrônico: http://portal.inep.gov.br/enem, até o dia 30 de outubro. A data da divulgação do resultado final ainda não foi definida.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM