Jornal do Commercio
mundo mundo
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

jango

Grupo de trabalho vai acompanhar exumação dos restos mortais de João Goulart

O objetivo da exumação é descobrir a real causa da morte e se ele foi assassinado

Publicado em 07/11/2013, às 15h44


Da Agência Brasil

Brasília – O governo criou um grupo de trabalho no âmbito da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República para providenciar a exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart e a realização de exames e atividades periciais. A exumação ocorrerá na próxima quarta-feira (13).

A portaria que cria o grupo de trabalho, assinada pela ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (7). O grupo é composto por representantes da própria secretaria, da Comissão Nacional da Verdade e da Polícia Federal, que vai coordenar a equipe de peritos. Os especialistas designados pela família do ex-presidente também participarão de todos os procedimentos de exumação e análises.

Segundo a portaria, o grupo de trabalho encerrará suas atividades após a entrega do laudo oficial conclusivo das atividades periciais à ministra Maria do Rosário e à Comissão Nacional da Verdade.

Deposto pelo regime militar (1964-1985), Goulart morreu no exílio, no dia 6 de dezembro de 1976, na Argentina. O objetivo da exumação é descobrir a real causa da morte e se ele foi assassinado. Por imposição do regime militar brasileiro, João Goulart foi sepultado em sua cidade natal, São Borja, no Rio Grande do Sul, sem passar por uma autópsia.

Existe a suspeita de que sua morte pode ter sido articulada pelas ditaduras do Brasil, da Argentina e do Uruguai, na chamada Operação Condor. Após os exames, os despojos voltarão para São Borja no dia 6 de dezembro, data de morte do ex-presidente.

imprima
envie para um amigo
reportar erro

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Vídeos do dia

Marcelo Pedroso, diretor de Brasil S/A, em entrevista ao JC TV

  • Marcelo Pedroso, diretor de Brasil S/A, em entrevista ao JC TV
  • Loulou
  • O massacre da serra elétrica

Fotos do dia

Pátio do Terço, no bairro de São José, Centro do Recife, trocou o uso residencial pelo comércio
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

> JC Imagem

Pátio do Terço, no bairro de São José, Centro do Recife, trocou o uso residencial pelo comércioO conjunto arquitetônico do Pátio do Terço, no Centro do Recife, é formado pela igreja e 71 imóveisDas 71 edificações do Pátio do Terço, no bairro de são José, Centro do Recife, só três são moradiaO Pátio do Terço, no Centro do Recife, é o palco da Noite dos Tambores Silenciosos, no CarnavalParte do casario do Pátio do Terço, no bairro de São José, Centro do Recife, preserva só a fachada

Ranking do dia

Charge do dia

Charge do dia
Autor:MIGUEL

Especiais JC

Cobertura das eleições 2014 Cobertura das eleições 2014
Confira a cobertura completa das eleições 2014
Periferia travada Periferia travada
Especial mostra as dificuldades que pessoas que moram no subúrbio do Grande Recife têm para deslocar na periferia
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM