Jornal do Commercio
voo

Avião que saiu de Petrolina fez pouso forçado em Brasília

Aeronave da empresa Avianca teve problemas no trem de pouso. Nenhum passageiro ferido

Publicado em 28/03/2014, às 19h42

 / Divulgação

Divulgação

Com Agência Estado

Atualizada às 20h40

Um avião da Avianca que saiu de Petrolina, no Sertão pernambucano, com destino a Belo Horizonte (MG), fez pouso de emergência na tarde desta sexta-feira (28) no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília. A aeronave teve problemas no trem de pouso da. Segundo a Inframerica, empresa que administra o aeroporto de Brasília, o avião pousou “de barriga no chão” porque o trem de pouso dianteiro não abriu.

O pouso no Aeroporto Internacional de Brasília/Juscelino Kubitschek ocorreu às 17h43 e a pista continuava interditada no início da noite. A assessoria de imprensa do aeroporto (que recentemente foi concedido à Inframérica) informa que todos os 44 passageiros passageiros e cinco tripulantes foram retirados da aeronave e os procedimentos de segurança foram adotados. Ninguém ficou ferido. Bombeiros do aeroporto despejaram jatos de espuma na pista de pouso para evitar um eventual incêndio ou explosão. 

Como o aeroporto de Brasília tem duas pistas aptas para pousos e decolagens, as operações estão sendo realizadas na pista que está desobstruída. O fluxo de chegadas e saídas de aeronaves não teria sido prejudicada.

O avião é um MK-28 (também conhecido como Fokker 100), prefixo OAF 6393, “Todos os passageiros foram desembarcados e transportados, em ônibus, até o terminal de passageiros. Após o desembarque, alguns passageiros optaram por seguir em suas conexões. Durante toda a ocorrência, priorizamos a assistência aos passageiros”, cita a nota.

FORTALEZA - Outra aeronave da Avianca apresentou problemas e pousou em Fortaleza, no Ceará. Foi solicitado que o aeroporto se preparasse para uma situação de emergência, mas a aeronave conseguiu pousar normalmente às 15h46, informa a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que administra o terminal. Não havia passageiros nesse voo, apenas tripulação que estava sendo deslocada para a capital cearense.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.
20 anos do novo cinema pernambucano: de Baile Perfumado a Aquarius 20 anos do novo cinema pernambucano: de Baile Perfumado a Aquarius
Nos últimos 20 anos, o cinema pernambucano ganhou em diversidade e número de filmes produzidos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2016 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
?>