Jornal do Commercio
ENEM 2016

Enem 2016 tem um dos piores resultados da história, segundo Ministério da Educação

Durante coletiva de imprensa, o ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou que a educação brasileira piorou e necessita de reformas estruturais urgentes

Publicado em 18/01/2017, às 21h05

"O desempenho em todas as áreas está estagnado, não conseguimos que os estudantes aprendam mais", avaliou o MEC
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
JC Online

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano teve um dos piores desempenhos da história do exame. Segundo a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini,  o desempenho em todas as áreas está estagnado.

"Não estamos conseguindo que nossos alunos do ensino médio aprendam mais desde 2008", afirmou.

Já para o Ministro da Educação, Mendonça Filho,  a educação brasileira não estagnou, mas sim, piorou.

"Precisamos de reformas estruturais rumo a uma educação de qualidade, valorizando o professor e o conteúdo oferecido aos alunos. O projeto do Novo Ensino Médio, em tramitação no Congresso Nacional, tem também esse objeto”, declarou.

As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (18) durante coletiva de imprensa realizada pelo Ministério da Educação para divulgar os resultados da prova. Segundo a pasta, um dos piores desempenhos foi registrado na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, com quase mil notas zero e um único candidato atingindo a nota máxima, acertando entre 800 e questões.

Certificação

Para o Ministério da Educação, o fim da utilização do Enem como certificado de conclusão do ensino médio pode ajudar a melhorar os próximos resultados. 

 As notas da avaliação já estão disponíveis. 

Recomendados para você


Comentários

Por Francisco Alson pereira da Costa,25/01/2017

Foram bem na redação, pq o tema era mamão com açuca e não tem o que discorda

Por Juliana,20/01/2017

O certame não estava difícil. Entretanto, percebi inúmeras incrongruências, a saber: Alunos que não dominaram a prova objetiva de múltipla escolha 'tão bem'' e conseguiram tirar 780 em uma redação? Complicado... Dão a entender que a nota da redação sempre deverá ser proporcional as notas da prova de multipla escola.

Por Turtle,19/01/2017

Fizeram uma prova com grau de dificuldade muito acima do que foi cobrado nos anos anteriores e nos próprios simulados disponibilizados pelo INEP. Até mesmo professores de cursinhos tiveram dificuldades para resolver questões de suas respectivas áreas do conhecimento.

Por Anderson Vieira,19/01/2017

Isso só mostra que o ranking da PISA estava certo. Segundo a PISA, nossa educação piorou nos últimos 10 anos e o braziu vem perdendo posições, se colocando no grupo dos últimos colocados. Infelizmente, a tendencia é so piorar.

Por Nelson Cunha,19/01/2017

Brasil está conseguindo a proeza de criar a nação mais ignorante do mundo. Para isto gasta tanto quanto a Alemanha ( per capita). É um caso de sucesso mundial. Vê-se na prática que o Brasil virou o país dos idiotas quando: 1)políticos que elegem 2) crescimento das igrejas pentecostais 3) audiência de certos programas de tv 4) qualidade musical dos artistas e músicas mais tocadas 5) venda record de dvs com imagens do massacre de Manaus



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM