Jornal do Commercio
Boa Ação

Publicitários lançam jogo 'do bem' em resposta ao Baleia Azul

Como resposta, os idealizadores buscaram atividades contrárias ao 'jogo', com postagens otimistas, divulgando 50 tarefas que espalham o bem

Publicado em 19/04/2017, às 10h08

Intitulada Baleia Rosa, a página já reúne mais de 87 mil seguidores no Facebook / Foto: Facebook/reprodução
Intitulada Baleia Rosa, a página já reúne mais de 87 mil seguidores no Facebook
Foto: Facebook/reprodução
JC Online
Com informações do Istoé

Dois publicitários de São Paulo apostaram nas boas atitudes como maneira de combater os avanços da Baleia Azul, jogo surgido na Rússia que incentiva o suicídio. Intitulada Baleia Rosa, a página já reúne mais de 87 mil seguidores no Facebook. “Meu amigo começou a me contar o que era o jogo Baleia Azul. Vi uns vídeos de youtubers falando sobre o assunto e fui atrás da lista (de tarefas). Fiquei muito mal com o que eu li”, explica um dos criadores da página, de 30 anos.

Como resposta, os idealizadores buscaram atividades contrárias ao 'jogo', com postagens otimistas, divulgando 50 tarefas que espalham o bem para quem pratica e para quem recebe a ação. “Fomos lendo a lista da Baleia Azul e tentamos fazer o extremo oposto”, contou a publicitária.



 

A estratégia de divulgação do Baleia Rosa foi direta ao ponto, segundo uma das criadoras. “Fiz um pequeno anúncio no Facebook e marquei no filtro as pessoas mais propícias a buscar a Baleia Azul. Minha intenção era chegar às pessoas que estavam buscando o ‘errado’ pra dar outra visão a elas”.

Repercussão

A repercussão da 'corrente do bem' já vem dando resultados positivos, com comentários de professores interessados em aplicar o método com estudantes nas escolas. Além deles, pessoas que sofrem com depressão já entraram em contato também. Nestes casos, a dupla de criadores conta com a ajuda de uma amiga psicóloga para responder aos usuários. "“Em alguns casos, orientamos para procurar o CVV (Centro de Valorização da Vida)”, explica.


Recomendados para você


Comentários

Por Marcio,19/04/2017

Fico pasmo com essa merda toda, como é que uma pessoa se passa para fazer mal a si mesmo, sinceramente é a maior tolice, sabe o que é??? falta do que fazer !!!!! vai estudar, aprender uma profissão, pegar ônibus lotado, estudar de noite e trabalhar de dia numa fábrica ai o "baleia azul" vai perder peso rapidinho....



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM