Jornal do Commercio
Comunicação

Operadoras de celular vão começar a oferecer 4G com maior alcance

Serviço será melhorado para moradores de Brasília a partir da próxima secta-feira. De acordo com a TIM, nova estrutura terá o dobro de alcance

Publicado em 20/04/2017, às 19h14

Moradores de Brasília terão o dobro de cobertura 4G / Foto: ABr
Moradores de Brasília terão o dobro de cobertura 4G
Foto: ABr
Agência Brasil

A operadora de telefonia TIM vai ativar amanhã (21) sua rede 4G na frequência de 700 megahertz (MHz) em Brasília. Segundo a empresa, a nova faixa tem o dobro do alcance da cobertura da utilizada atualmente pelas operadoras para a oferta do 4G.

Em novembro do ano passado, o sinal analógico de televisão foi desligado em Brasília, o que liberou a frequência para o uso das operadoras de telefonia para oferecer a tecnologia 4G. De acordo com a TIM, todos aparelhos da operadora já operam na frequência 700 MHz e as ofertas de dados serão mantidas sem reajuste de preços por causa da nova tecnologia.

A Claro vai apresentar a tecnologia 4G na faixa de 700 MHz em Brasília na próxima terça-feira (25). A empresa diz que já opera na frequência na capital federal por meio de licença provisória da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).



A Vivo ainda não informou quando começará a oferecer o serviço.

O leilão da frequência de 700 MHz da tecnologia 4G foi realizado em 2014, mas as operadoras vencedoras da licitação devem esperar a faixa ser desocupada pelas emissoras de televisão analógica para oferecer o serviço. As empresas vencedoras do leilão foram a Claro, a Tim, a Vivo e a Algar (que opera no interior de Minas Gerais e de São Paulo).

São Paulo

Em São Paulo, o desligamento do sinal analógico foi concluído no dia 29 de março, mas o 4G na faixa de 700 MHz só estará disponível para a população no ano que vem, porque é preciso aguardar o desligamento nas cidades próximas, como Campinas, Santos e as da região do Vale do Paraíba.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM