Jornal do Commercio
Saúde

OMS: 325 milhões de pessoas têm hepatite e poucas sabem

Números sobre hepatite foram divulgados pela Organização Mundial da Saúde

Publicado em 21/04/2017, às 10h16

Testes para reconhecimento da hepatite estão disponíveis na rede pública de saúde / Foto: Marcos Pastich/JC Imagem
Testes para reconhecimento da hepatite estão disponíveis na rede pública de saúde
Foto: Marcos Pastich/JC Imagem
AFP

Um total de 325 milhões de pessoas em todo o mundo vivem com uma infecção crônica de hepatite B ou C, e poucas sabem, de acordo com números divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com a OMS, que pede um plano global para lutar contra as doenças virais, "a maioria desta população não é submetida a exames e não tem acesso aos tratamentos. Desta maneira, "milhões de pessoas" correm o risco de desenvolver uma doença crônica ou um câncer que provoquem a morte.

O vírus da hepatite mata 1,34 milhão de pessoas por ano, um "número comparável às mortes provocadas pela tuberculose e a aids", segundo a OMS. "A mortalidade provocada pela hepatite está em alta (+22% entre 2000 e 2014), enquanto a provocada pela tuberculose ou aids está em baixa", destacou o dr. Gottfried Hirnschall, diretor do programa de combate à hepatite na OMS.



Apenas 9% dos enfermos de hepatite B sabem que contraíram a doença, de acordo com a OMS. No caso da hepatite C, 20% dos enfermos têm conhecimento da doença. Em 2015, quase 1,75 milhão de pessoas foram infectadas pelo vírus da hepatite C (HCV), elevando a 71 milhões o número de pacientes com HCV. Além disso, a OMS calcula que 257 milhões de pessoas vivem com o vírus da hepatite B (HBV). 

São Paulo receberá reunião mundial sobre o tema

A cidade de São Paulo receberá entre 1 e 3 de novembro uma reunião mundial sobre o combate a hepatite, organizada pela OMS, o Brasil e a Aliança mundial contra a hepatite.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM