Jornal do Commercio
MORTES

Chacina deixa mortos em zona rural do Rio Grande do Norte

Pelo menos 936 assassinatos já foram registrados no Rio Grande do Norte desde o início do ano

Publicado em 17/05/2017, às 17h33

A polícia ainda não tem suspeitos / Crédito: Artes/ JC
A polícia ainda não tem suspeitos
Crédito: Artes/ JC
Ag^ncia Brasil

Bandidos executaram cinco homens e uma mulher na noite dessa terça-feira (16), na zona rural da cidade de Serra do Mel, região oeste do Rio Grande do Norte, a cerca de 250 quilômetros da capital potiguar, Natal.

Segundo a Polícia Civil, ao menos quatro homens armados entraram na casa onde as vítimas e outras duas pessoas que escaparam do ataque com vida estavam reunidas e começaram a disparar. Além das seis vítimas fatais, um adolescente foi baleado e socorrido pelos policiais militares que atenderam a ocorrência. A outra pessoa que estava junto com o grupo conseguiu fugir enquanto os criminosos rendiam as outras vítimas.



A Polícia Civil já está investigando os homicídios, mas ainda não deteve nenhum suspeito, nem tem pistas que revelem o motivo da ação. A investigação está a cargo do delegado Antonio Caetano Baumann de Azevedo, titular da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Mossoró.

Homicídios

Segundo dados divulgados pelo Observatório da Violência Letal Intencional no Rio Grande do Norte (Obvio), pelo menos 936 assassinatos já foram registrados no Rio Grande do Norte desde o início do ano.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM