Jornal do Commercio
Acidente

Morre segunda vítima de explosão em sonda operada pela Odebrecht para Petrobras

A explosão aconteceu durante a manutenção da caldeira

Publicado em 10/06/2017, às 19h14

O plano de emergência foi acionado imediatamente e equipes especializadas estão monitorando a sonda / Foto:Divulgação/Petrobras
O plano de emergência foi acionado imediatamente e equipes especializadas estão monitorando a sonda
Foto:Divulgação/Petrobras
Estadão Conteúdo

Morreu na manhã deste sábado (10) a segunda vítima da explosão ocorrida em uma das caldeiras da sonda NS-32, instalada no campo de Marlim, na Bacia de Campos. Em nota, a Petrobras informou a morte de Jorge Luiz Damião, 44 anos, às 9h50 deste sábado. Na noite dessa sexta, morreu outra vítima do acidente, Ericson Nascimento de Freitas, de 29 anos.

Os dois eram empregados da empresa IMI, prestadora de serviços para a Odebrecht Óleo e Gás (OOG), operadora da sonda. Mais dois funcionários ficaram feridos. Um deles recebeu alta hospitalar na manhã deste sábado e o outro permanece internado em estado grave.



Explosão

A explosão aconteceu durante a manutenção da caldeira. "Não houve incêndio subsequente, nem impacto à produção no campo de Marlim. Não há risco de vazamento. O plano de emergência foi acionado imediatamente e equipes especializadas estão monitorando a sonda, que já se encontra em condição segura", informou a Petrobras.

A empresa informa ainda que uma comissão foi formada para investigar as causas do acidente e que "as autoridades competentes já foram notificadas".


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM