Jornal do Commercio
Solidariedade

Para apoiar avó com câncer, neta decide raspar a cabeça

Ana Júlia, de 16 anos, raspou sua cabeça após a avó perder seus cabelos depois de um tratamento para combater um câncer no pâncreas

Publicado em 19/06/2017, às 19h36

Avó chegou a desencorajar a ação da neta, mas ficou comovida com a surpresa / Reprodução/Facebook
Avó chegou a desencorajar a ação da neta, mas ficou comovida com a surpresa
Reprodução/Facebook
JC Online

Uma adolescente de 16 anos que mora na cidade de Guarapari, no Espírito Santo, raspou sua cabeça para prestar sua solidariedade à avó, que perdeu os cabelos por conta de um tratamento contra o câncer. Ana Júlia Morais, de 16 anos, realizou a mudança em seu visual no dia 15 de junho, após o apoio de amigos e de seus parentes.

"Desde quando ela descobriu o câncer, eu cheguei para ela e falei: ‘o dia em que você raspar a cabeça, vou raspar também’. Ela riu, e acho que não acreditou muito", afirmou a jovem em entrevista ao G1.

Sua avó, Mariluize de Paula, descobriu que tinha um câncer no pâncreas há cerca de 2 anos. Após uma sessão de tratamento, os cabelos de Mariluize começaram a cair, o que motivou sua decisão de raspar completamente a cabeça. Ela ligou para seu filho Rodrigo de Paula, pai de Ana Júlia, pedindo uma máquina para que pudesse cortar seu cabelo.

Com a máquina, Rodrigo e Mariluze rasparam a cabeça. Mas Ana Júlia, que estava por perto, pediu para acompanhar os dois, algo que foi desencorajado pela avó. "Ela falou ‘vó, eu vou cortar’. Eu falei: ‘não, vai estragar seu cabelo’”, declarou a aposentada. Por um momento, ela conseguiu balançar a opinião dela. Mas o apoio de amigos e familiares foi mais forte para manter a suficiente para tirar a ideia da cabeça da neta.



"Ela disse que meu cabelo estava lindo. Falou que se eu quisesse dar apoio, não precisava fazer isso, era só orar. Então fiquei com medo. O que ia adiantar eu raspar e ela ficar chateada comigo? Pensei melhor e falei ‘ela não vai ficar chateada comigo’. Morei cinco anos na casa da minha vó, ela é minha segunda mãe. Fiquei pensando ‘se minha avó morrer, vou ficar pensando o porquê de eu não ter feito isso. Foi uma maneira de deixá-la feliz", contou Ana Júlia.

Apesar de inicialmente ter sido contra, a surpresa da neta acabou agradando a avó. "Eu não tenho nem palavras. Ana Júlia é muito especial para mim. É um gesto muito bonito uma menina adolescente fazer uma coisa dessa. Ela ficou linda. Ela é linda de qualquer jeito, por fora e por dentro. Ana Júlia é uma menina maravilhosa", disse Mariluze.

Ana Júlia foi a única mulher da família que raspou a cabeça. Alguns outros membros, além dela e de Rodrigo, ficaram carecas solidariedade a matriarca. Uma ação que trouxe ainda mais união para os familiares e alegria Mariluze. "Agora somos uma porção de carequinhas", brincou.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Prêmio ISS Recife Prêmio ISS Recife
Principal item da receita própria dos municípios, o Imposto Sobre Serviços (ISS) entra no cofre das prefeituras tanto para custear despesas quanto para viabilizar investimentos nas cidades.
#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM