Jornal do Commercio
DECISÃO

Justiça permite que madrasta de Isabella Nardoni vá para o regime semiaberto

Agora, a mulher poderá deixar a prisão diariamente para trabalhar, desde que retorne todas as noites

Publicado em 17/07/2017, às 15h54

Casal foi preso, pela morte da garota, em 2008 / Foto: reprodução internet
Casal foi preso, pela morte da garota, em 2008
Foto: reprodução internet
JC Online

A juíza Sueli Zeraik, da 1ª Vara de Execuções Criminais (VEC) de Taubaté, decidiu, nesta segunda-feira (17), a progressão de regime para a detenta Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da menina Isabella Nardoni, em São Paulo. Agora, a mulher poderá deixar a prisão diariamente para trabalhar, desde que retorne todas as noites.

A progressão da detenta do regime fechado para o semiaberto foi um pedido da defesa de Jatobá, feito em abril deste ano. A defesa afirmava que ela já tinha direito ao benefício por ter cumprido o tempo mínimo exigido para mudar de regime e bom comportamento prisional.

Segundo o portal G1, Anna Carolina afirmou ser inocente e disse desejar que a verdade sobre o caso apareça. Ela afirmou ainda ter aprendido a ser paciente durante os nove anos em que esteve reclusa.

Após a notificação, na secretaria da Administração Penitenciária (SAP), a Anna deve ser transferida para a ala que abriga presas do semiaberto, onde está Suzane von Richtofen, condenada pela morte dos pais.




Entenda o caso

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá foram condenados, em março, por assassinar Isabella Nardoni, de 5 anos, filha dele e enteada dela.

Carolina cumpre pena desde 3 de abril de 2008, há nove anos, porém a função de costureira na penitenciária a ajudou a reduzir a pena em 660 dias, ou um ano e nove meses. Assim, juntando os dias reduzidos com o tempo de detenção ela já poderia pleitear o regime semiaberto.

Isabella caiu do edifício London, na Zona Norte de São Paulo, onde Anna morava com Alexandre Nardoni, pai da criança. Os dois negam a autoria do crime e afirmam que uma outra pessoa invadiu o apartamento e matou a garota.


Recomendados para você


Comentários

Por ABSURDO,18/07/2017

EITA COMENTÁRIO SEM NOÇÃO É ESSE DO SR. EDNALDO BARBOSA.

Por Ednaldo Barbosa,17/07/2017

Direito legítimo . Daqui a pouco vem os admiradores do SENSACIONALISMO global achar que tá tudo errado e que o Brasil não presta. É a lei , e ela já pagou parte do seu débito com a sociedade. Não merecia , mas se a lei diz isso tem que ser cumprida. Quem de vós quereria passar uma semana no sistema prisional brasileiro ?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM