Jornal do Commercio
CRIATIVIDADE

Brasileiros criam vídeo para explicar 'Gemidão do Zap' aos gringos

Áudio que virou temor para muitos brasileiros no WhatsApp virou 'vídeocase'

Publicado em 03/08/2017, às 12h48

Vídeo foi postado num canal do YouTube / Foto: Reprodução
Vídeo foi postado num canal do YouTube
Foto: Reprodução
JC Online

Um áudio que já se tornou velho conhecido dos brasileiros agora promete ganhar o mundo. Um redator e diretor de arte decidiram romper fronteiras e, num vídeo hilário, contar o case de sucesso que se tornou o 'Gemidão do Zap'. Em inglês, é explicado o suposto processo criativo do fenômeno do WhatsApp e como ele tem ajudado a mudar um hábito considerado inadequado da população.

Criação

A autoria é do redator Leonardo Barbosa e do diretor de arte Paulinho Duarte.A dupla trabalha na VML e teve ajuda do João Villa Savatin, dono do canal “Gente Sente Aqui”, onde o vídeo foi postado.



De acordo com os autores, a ideia surgiu em meio a uma conversa despretensiosa e o custo foi de apenas 5 dólares para contratar um locutor.

No 'vídeocase', ainda é mostrado o benefício alcançado pelo 'Gemidão do Zap', mudando o hábito de muita gente que costumava ouvir áudios pelo celular sem fone de ouvido.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM