Jornal do Commercio
alta

Bebê de seis meses baleado em frente a escola na zona sul do Rio recebe alta

Ele foi baleado no colo da mãe, na noite de segunda-feira (14) enquanto estava no colégio

Publicado em 17/05/2018, às 14h37

A bala extraída foi encaminhada para a perícia, que poderá determinar o calibre e até mesmo a distância aproximada do disparo / Foto: Agência Brasil
A bala extraída foi encaminhada para a perícia, que poderá determinar o calibre e até mesmo a distância aproximada do disparo
Foto: Agência Brasil
Agência Estado

O bebê Caíque de Carvalho, de seis meses, recebeu alta médica no início da tarde desta tarde de quinta-feira, 17. Ele foi baleado no colo da mãe, na noite de segunda-feira, 14, enquanto estava no Colégio São Vicente de Paulo, no Cosme Velho, na zona sul do Rio de Janeiro.

O bebê foi submetido na terça-feira (15) a uma cirurgia no Centro Pediátrico da Lagoa, também na zona sul, para a retirada da bala alojada no ombro. O estado de saúde de Caíque é considerado bom pela equipe médica.

Outros casos

Mães de outros alunos contaram que a mãe de Caíque estaria esperando o filho mais velho, de seis anos, terminar uma aula de futebol na quadra, com o bebê no colo. A quadra da escola fica perto da comunidade do Cerro Corá, mas a polícia informou que não houve registro de tiroteios na região.



Um projétil deflagrado foi encontrado na tarde de quarta-feira na calçada em frente ao colégio. No local, a Polícia Civil realizou uma reconstituição para tentar determinar de onde veio a bala que atingiu o ombro do menino.

A bala extraída foi encaminhada para a perícia, que poderá determinar o calibre e até mesmo a distância aproximada do disparo.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM