Jornal do Commercio
HAVAÍ

Erupção no vulcão havaiano Kilauea deixa gigantesca nuvem de cinzas

O observatório do Havaí ainda informou que a qualquer momento a atividade do vulcão pode se tornar mais explosiva

Publicado em 17/05/2018, às 16h44

A explosão chega dois dias depois de que outra nuvem maciça de cinza saiu deste vulcão / Foto: AFP
A explosão chega dois dias depois de que outra nuvem maciça de cinza saiu deste vulcão
Foto: AFP
AFP

Uma erupção explosiva foi registrada na madrugada desta quinta-feira (17) no topo do vulcão havaiano Kilauea, criando uma nuvem de cinzas de mais de 9.000 metros que obrigou moradores próximos ao local a buscarem refúgio.

O Observatório de vulcões do Havaí informou em um comunicado que as emissões de até 3.600 metros continuaram depois da primeira explosão, registrada às 04h15 locais (11h15 em Brasília).

"A qualquer momento a atividade pode se tornar mais explosiva, aumentando a intensidade de produção de cinzas e produzindo projéteis perto da fumarola", acrescentou.



As autoridades mantiveram o alerta vermelho para a aviação - que impede qualquer tráfego aéreo na zona - e os moradores foram orientados a buscar refúgio.

A explosão chega dois dias depois de que outra nuvem maciça de cinzas emanou deste vulcão, que é o mais ativo do mundo e um dos cinco da ilha.

Cientistas consideram que esta atividade vulcânica pode anteceder uma maior erupção, como a registrada em 1925.

Cerca de 2.000 pessoas foram evacuadas de áreas residenciais que se encontram no caminho das escoadas lávicas e devido às fumaças tóxicas, e as autoridades indicaram que provavelmente continuará havendo evacuações à medida que as fissuras avancem.

Cerca de 40 casas e construções foram destruídas pela lava.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM